sábado, 15 de fevereiro de 2014

Imagina na Copa

Reproduzo aqui texto publicado no Facebook. Não conferi a fonte, não sei se realmente foi matéria da France Football, mas como não vi nenhuma informação que pudesse contestar publiquei aqui só para relembrarmos a montanha gigantesca de merda que é este país. E tem gente que gosta.

12 Páginas de uma Revista Francesa (France Football) que resumem o Brasil em todos os sentidos:

QUERO VER LER ISSO AQUI E NÃO SENTIR VERGONHA...

- Apesar do ...lema brasileiro: “Ordem e Progresso”, o que menos se vê na preparação deste mundial, é Ordem ou Progresso.

- A FIFA não pediu o Brasil para sediar a Copa, foi o Brasil que procurou a FIFA e fez a proposta.

- A corrupção no Brasil é endêmica, do povo ao governo.

- A burocracia é cultural, tudo precisa ser carimbado, gerando milhões para os Cartórios.

- Tudo se desenvolve a base de propinas.

- Todo o alto escalão do governo Lula está preso por corrupção, mas os artistas e grande parte da população acham que eles são honestos, e fazem campanhas para recolher dinheiro para eles.

- Hoje, tudo que acontece de errado no Brasil, a culpa é da FIFA, antes era dos EUA, já foi de Portugal, o brasileiro não tem culpa de nada.

- O Brasileiro dá mais importância ao futebol do que à política.

- O Brasileiro elege jogadores de futebol para cargos públicos.

- Romário (ex-Barcelona) é hoje deputado. Aproveita o descontentamento com a Copa para se auto-promover, mas nunca apresentou um projeto de lei sobre saúde ou educação. Sua meta é dar ingresso da Copa para pobre(como se essa fosse a prioridade para um pobre brasileiro)

- O Deputado mais votado do Brasil é um palhaço analfabeto e banguela, que faz uma dança ridícula, com roupas igualmente ridículas, e seu bordão é: “pior que está não fica”. Será?

- Em uma das músicas deste palhaço analfabeto ele diz: “Ele é ladrão mas é meu amigo!”, Isso traduz bem o espírito do Brasileiro. ( http://letras.mus.br/tiririca/176533/ )

- Brasileiros se identificam com analfabetos.

- A carga tributária do Brasil é altíssima maior que a da França, e os serviços públicos são péssimos comparáveis aos do Congo.

- Mas o Brasileiro médio pensa que ele mora na Suíça. Quem está lá, na verdade, é a FIFA.

- Há um dito popular que diz que “Deus é brasileiro”.

- A FIFA, como imagem institucional, busca não associar-se a ditaduras. Tanto que excluiu a África do Sul na época do Aparthaid e, ao contrário do COI, recusou a candidatura da China, apesar das ótimas condições que o país oferecia. Mas o Brasil, sede da Copa, vive um caso de amor com ditaduras.

- O Brasil pleiteava uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU, para sentar-se ao lado França, mas devido ao seu alinhamento com ditaduras, a França já se manifestou contrariamente.

- A Presidente Brasileira parece estar alienada da realidade e diz que será o melhor mundial de todos os tempos, isso, melhor que o do Japão, dos EUA, da França, da Alemanha. http://www.youtube.com/watch?v=urmR5fXMJu8

- Só ela pensa assim, na FIFA se fala em maior erro estratégico da história da Instituição.

CONFRONTOS:

- Ano passado os brasileiros saíram as ruas para manifestar, pela primeira vez se viu um movimento assim num país acostumado a inércia, mas o Governo disse que eles eram baderneiros e reprimiu o movimento com violência. 2 mortos, mais de 2000 feridos, mais de 2000 prisões. Ninguém responsabilizado...

- Há um movimento chamado “Black Blocs” que ameaça revidar a violência do Governo.

- Há um # hastag que já foi repetido mais de 500.000.000 de vezes em redes sociais e ameaça ‪#‎naovaitercopa‬

- Os próprios brasileiros pedem para os estrangeiros não irem para o Brasil. Há milhares de vídeos feitos por brasileiros neste sentido : http://www.youtube.com/watch?v=0A-mFVEE7Ng

- O governo brasileiro acaba de gastar 400milhões de Euros com compras de armas para a polícia e disse estar disposto a colocar o exército na rua para proteger a Copa contra os…. Brasileiros (???) Isso mesmo, o governo está ameaçando seu próprio povo.

- Há um movimento de alguns jogadores de futebol, liderado pelo ídolo do Lyon (França) Juninho Pernambucano, chamado “Bom Senso”, pedindo conscientização dos jogadores.

- Analisando os países sedes desde 1970, o número de mortes em estádios, nos 16 anos prévios a cada edição da Copa:

México: (1970): 06 mortes;
Alemanha (1974): 00 mortes;
Argentina (1978): 04 mortes;
Espanha (1982): 00 mortes;
México (1986): 12 mortes;
Itália (1990): 00 mortes;
EUA (1994): 00 mortes;
França (1998): 00 mortes;
Japão (2002): 00 mortes;
Coreia do Sul (2002): 00 mortes;
Alemanha: (2006): 00 mortes;
Africa do Sul: (2010): 17 mortes;
Brasil: (2014): 234 mortes;

- http://www.youtube.com/watch?v=8bn17OLPyOY

OBRAS:

- O Brasil foi o país que teve mais tempo na história de todos os mundiais para prepará-lo: 7 anos, mas o Brasil é o mais atrasado.

- O Francês Jérome Valcke, secretário geral da FIFA criticou o Brasil pelos atrasos. O governo brasileiro disse que não conversaria mais com Jérome Valcke.

- A França teve apenas 3 anos, e finalizou as obras 1 ano e 2 meses antes.

- A África do Sul teve 5 anos, e terminou com 5 meses de antecedência.

- Há pouco mais de 3 meses da Copa, o Brasil ainda tem que fazer 15% do previsto.

- O custo do “Stade de France” foi de 280 milhões de Euros(o mais caro da França), uma vergonha se comparado ao “Olimpiastadium” sede da final da Copa da Alemanha em 2006, que consumiu menos de 140 milhões de Euros.

- Mas perto do Brasil isso não é nada. Cada estádio custa em média mais de 1/2 bilhão de Euros.

- E o dinheiro sai do bolso do Brasileiro. Tudo é financiado com recursos públicos. Na França tudo foi financiado com recursos privados.

- Mas o custo não é alto porque os trabalhadores recebem muito. Os trabalhadores recebem salários de fome.

- As empreiteiras é que ganham muito e há muita corrupção para os políticos.

- Não há segurança para os trabalhadores, acidentes e mortes são comuns. Na França o número de mortes nas construções foi 0(zero)

- Mesmo com os milhões a mais, os Estádios são ruins.

- Em 2007 o Brasil construiu um estádio para o Panamericano do Rio e homenageou quem???? Um diretor da FIFA, um brasileiro, corrupto para variar: João Havelange! No Brasil corruptos recebem homenagens.

- O estádio era tão ruim que não durou nem 6 anos. Isso mesmo, 6 anos….

- Hoje o estádio está interditado e não recebe mais jogos. Detalhe: custou mais de 150 milhões de Euros(mais do que o Estádio do Olympic de Marseille), e hoje serve de ninho para pombos.

- Na França, os Estádios são multi-uso, servem para competições olímpicas, jogos de Rugby, e são centro de lazer, com lojas e restaurantes e estacionamento nos outros dias da semana. No Brasil são usados só para jogos.

- Em Brasília estão construindo um Estádio para 68.000 pessoas, sendo que o time local está na quarta divisão do campeonato brasileiro e tem média de público de 600 pagantes. Tudo com financiamento público.

- Em São Paulo há 2 estádios, Morumbi e Pacaembú, ao invés de reformá-los, construíram um 3o. estádio, Itaquerão, 23km do centro da cidade e sem metrô até lá.

- O ex-presidente Lula, torcedor do Corinthians, empenhou-se pessoalmente para que construíssem este estádio em vez de reformar um dos outros 2 já existentes.

- Exceto seus correligionários, ninguém acredita que Lula foi movido por amor ao “Timão” .

- Lula é amigo íntimo de Marcelo Bahia, Diretor da Odebrecht, vencedora da licitação. Um reforma custaria menos de 100 milhões de Euros, um novo estádio tinha previsão de custo inicial de 300 milhões de Euros (mas já passou de 500 milhões) um dos mais caros da história da humanidade. Lula e Marcelo são constantemente vistos em caríssimos restaurantes de Paris, tomando bons vinhos franceses. Lula, claro, se declara socialista.

- Este estádio é igualmente ruim, alagamento, péssima infraestrutura, e antes mesmo de inaugurar já caiu, matando funcionários. vide: http://oglobo.globo.com/esportes/video-mostra-momento-do-acidente-no-itaquerao-10911765

TRANSPORTES:

- A atual presidente Dilma Rousseff garantiu que faria um trem-bala, nos moldes do TGV Francês, que ligaria 4 cidades-sede: SP-RJ-BH-Brasilia. A promessa está gravada em redes sociais. ( http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,governo-garante-trem-bala-pronto-ate-a-copa-de-2014,381839,0.htm )

- Em 2009 foram aprovados 13 bilhões de Euros no PAC, uma soma gigantesca de dinheiro, suficiente para construir um TGV de Paris a Cabul no Afeganistão. Nunca se viu um orçamento tão alto.

- Mas o dinheiro desapareceu e nem um único centímetro do TGV brasileiro foi construído.

- Nenhum brasileiro cobra da Dilma a responsabilidade sobre a promessa do trem bala.

- Nenhuma das cidades-sede tem metrô até o Aeroporto.

- O taxis são caríssimos e os taxistas fazem trajetos mais longos com os estrangeiros que não conhecem a cidade.

- Aprenda Português pois os Taxistas não falam nem espanhol, francês não existe. Inglês nem pensar???

- Para os taxistas não há cursos de inglês financiados pelo governo, mas para as prostitutas sim. Parece piada, mas é verdade: ( vide: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/01/1211528-prostitutas-de-bh-tem-aulas-gratis-de-ingles-para-se-preparar-para-a-copa.shtml )

- É assim que o Brasil está se preparando para receber os turistas, ensinando inglês para as prostitutas. Pergunte se há um programa assim para policiais???

- Metrôs não funcionam bem, não cobre nem 10% das cidades ou simplesmente não existem.

- Os ônibus são precários, com muitos atrasos.

- O sistema de ônibus é complicadíssimo e ineficiente.

- Diariamente os ônibus são atacados por gangues que lhes ateiam fogo sob ordem de criminosos ou simplesmente para protestar.

- Às vezes não dá tempo do passageiro sair correndo e morre carbonizado.

- Ninguém é preso, mas as autoridades dizem: “estamos investigando…”

- O aeroporto da Megalópolis São Paulo tem uma capacidade de receber vôos inferior ao Aeroporto da pequena cidade de Orly, no interior da França.

- Os preços de passagens de aviões dispararam. Por um trajeto de 400km chegam a cobrar 1.000Euros durante a copa.

- Como o Brasil não tem infraestrutura, não aproveitará a alta demanda, devendo permitir que empresas aéreas estrangeiras atuem durante a Copa, o lucro virá para a Europa ou os EUA.

- Aluguel de carros é caríssimo, e, como disse um ex-presidente brasileiro, Fernando Collor, também afastado por corrupção, os carros brasileiros são carroças, sem os principais itens de segurança.

- Muito cuidado ao dirigir, o trânsito é uma selvageria. Sinalização, quando existe, é exclusivamente em português.

- Ônibus lotados a toda velocidade, dividem faixas com carroças, mendigos que puxam carros de ferro-velho, motoqueiros cruzando faixas sem sinalizar, pessoas xingando, engarrafamentos de horas. Em São Paulo chega a passar de 300km de engarrafamento, dentro da cidade, o maior da humanidade.

- Faixa de pedestre não serve para nada, não espere que os carros parem. Atropelam, matam e fogem.

- Não tente andar de bicicleta, será atropelado ou roubado.

- As estradas estão caindo aos pedaços, sem sinalização e o número de mortes em acidentes de trânsito em 2008 foi de 57.166, na França, 399, ou seja, quase 15.000% a mais de mortes, e levando em conta que no Brasil não há acidentes por neve ou gelo na pista.

- Apesar do Brasil ser autossuficiente em petróleo e estar do lado de países da OPEP, como Venezuela e Equador, a gasolina uma das mais caras do mundo, e de péssima qualidade, misturada com etanol e solvente de borracha, não há fiscalização nos postos.

- Mas o Brasileiro defende o monopólio do petróleo. É o único país do mundo onde os consumidores acham que o monopólio é bom para o consumidor, e não para o monopolista.

- Não existe transporte fluvial, apesar de ser o país com mais rios no mundo. O Brasil deveria investir em barcos, todo ano as cidades alagam. Vide http://www.youtube.com/watch?v=aNHnPUcZOFA

- As autoridades dizem que foram pegas de surpresa!

- Não há transporte por trens.

SAÚDE:

- Reze para não ter problemas de saúde enquanto estiver alí.

- Vacina contra febre amarela é recomendada.

- Use repelentes, no Brasil ainda há pessoas morrendo com dengue, malária ou doença de chagas, já erradicadas na França no século XVIII.

- Faça um seguro de saúde privado antes de ir ao Brasil.

- Médicos privados cobram mais de 100Eurs por consultas de 20minutos.

- Os hospitais públicos são péssimos. vide http://www.youtube.com/watch?v=cE9znkKV--k comparáveis a zonas de guerra.

- Nos últimos 10 anos o número de leitos em hospitais públicos caiu 15%. vide http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/em-11-anos-taxa-de-leitos-hospitalares-caiu-15-no-brasil-o-bravateiro-no-entanto-dava-licoes-a-obama-vinda-de-cubanos-serve-para-demonizar-medicos-brasileiros-e-e-projeto-ideologico-dos-paises-do/

- O Brasil precisa importar médicos de Cuba, já que não tem competência para formar médicos no próprio país. Acredite: Há um programa governamental para isso.

- O Brasil gasta apenas 4% do seu PIB com saúde, e 12% com pagamentos de funcionários públicos. Nos últimos anos o gasto com funcionários cresceu, e com saúde encolheu.

- A França gasta 12% com saúde e 4% com funcionalismo.

- Resultado: Brasil é 72. entre 100 países pesquisados pela OMS, a França 7.

- O craque Zinédine Zidane já era mal visto no Brasil, por ser responsável direto por 2 derrotas humilhantes da “canarinha” em mundiais. Ao saber que o Brasil sediaria a Copa, Zidane afirmou que o Brasil tinha outras prioridades, como a saúde, não os Estádios.

- Ronaldinho Fenômeno rebateu a frase dizendo que “não se faz copa com hospitais”. vide http://www.youtube.com/watch?v=uRRoXJQf8f0

- A frase de Ronaldinho Fenômeno virou hit no Twitter e record e visualizações no youtube.

- O Pelé pediu para os Brasileiros esquecerem os problemas e curtirem a Copa.

HOSPEDAGEM:

- Paris é a cidade mais visitada do mundo, com quase 20 milhões de turistas / ano. São Paulo é menos visitada que a pequena Benidorm na Espanha, ou que a cinza Varsóvia, na Polônia ou a poluída Chenzen na China.

- São Paulo perde para Buenos Aires, Cuzco e outras cidades Sulamericanas.

- Nem no Brasil é a mais visitada. Ninguém faz turismo em São Paulo.

- Amarga o posto 68 na lista das mais visitadas do mundo.

- No entanto, um hotel em São Paulo custa em média 40% mais do que se hospedar em um equivalente hotel em Paris.

- Na época da Copa, um hotel de baixa qualidade em São Paulo chega a pedir 800Eurs por noite.

- Os brasileiros não tem hábito de intercambiar casas, alugar sofás ou hospedar pessoas por sites em internet.

- Leve adaptador de tomada. O Brasil adotou um sistema que só existe no Brasil, e muda a cada 4 ou 5 anos, gerando milhões para algumas empresas.

TELECOMUNICAÇÕES:

- Minuto de celular mais caro do mundo. vide http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/10/1352956-minuto-do-celular-no-brasil-e-o-mais-caro-do-mundo.shtml

- O sinal é péssimo, um dos piores do mundo.

- 4G não existe na maioria das cidades.

- A internet é horrível e caríssima. Para o Brasil chegar aos níveis do Iraque deveria dobrar o investimento em banda larga. vide http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/conexao-de-internet-no-brasil-e-mais-lenta-que-no-iraque-e-cazaquistao

SEGURANÇA:

- Se você não gostou do que leu até agora, o pior está aqui.

- No Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, Síria e no Iraque JUNTOS.

- No Brasil há mais assassinatos que em toda a AMÉRICA DO NORTE + EUROPA + JAPÃO + OCEANIA.

- A guerra do Vietnã matou 50.000 pessoas em 7 anos. No Brasil se mata a mesma quantidade em um ano.

- Ano passado foram 50.177 segundo o governo, segundo a ONGs superam 63.000 mortes.

- Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado.

- 1% dos casos resultam em prisão.

- Este 1% não chega a cumprir 1/6 da pena, e é beneficiado por vantagens que se dão aos criminosos.

- As prisões parecem masmorras e não recuperam.

- Rebeliões com dezenas de mortos, pessoas decapitadas, esquartejadas são frequentes.

- Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto.

- Não leve o cartão consigo, você pode ser vítima de uma espécie de sequestro que só tem no Brasil: “Sequestro Relâmpago”.

- Não use relógios, máquinas fotográficas, celulares, pulseiras, brincos, colares, anéis, bolsas caras, bonés caros, óculos caros, tênis caro, etc… vista-se da forma mais simples possível.

- Se for assaltado, não reaja.

- Não ande pelas ruas após as 22hs.

- Caixas eletrônicos não funcionam após as 22h30, devido aos assaltos. Os políticos, no lugar de aumentar a segurança, tiveram a brilhante idéia de proibir o cidadão de bem de tirar dinheiro do caixa.

- Os bancos fecham as 16hs.

- Só faça câmbio em bancos ou casas autorizadas. Existe uma grande quantidade de moeda falsa e estrangeiros são alvo fácil.

- Policiais são monoglotas. Aprenda frases como: “Eu fui assaltado”; “preciso de ajuda”, “estou ferido”, “sou francês, leve-me ao consulado por favor”

- Há falsas blitz para assaltar pessoas.

CONCLUSÃO:

- O que falta no Brasil é educação. Os números são assustadores, mesmo quando comparados com seus vizinhos sulamericanos.

- O Brasil tem uma porcentagem de universitários menor que o Paraguai;

- Apenas 3% dos Brasileiros são bilingues.

- A Argentina tem 5 prêmios Nobel, a Colombia 3, o Chile 3, a Venezuela 1, a Colombia 4, o Brasil??? Zero!

- Entre as 300 melhores Universidades do mundo, não tem nenhuma Universidade Brasileira.

- O país tem 9% de analfabetos;

- No Brasil há 33.000.000 de analfabetos funcionais.

- Ano passado surgiram 300.000 novos analfabetos.

- No ranking da ONU de 2012 o Brasil, que já estava mal colocado, caiu mais 3 posições, e hoje é o número 88 no mundo. (A França é 5.)

- O Brasil fica atrás de Belize, Ilhas Fiji, Tchad, Azerbaijão, Ilhas Maurícios, Uzbequistão, Mongólia, Paraguai, Trinidad e Tobago, Belarus, Tijiquistão, Botswana, São Tomé e Príncipe, Namíbia, Santa Lúcia, Moldavia…. até atrás da Palestina em guerra, o Brasil conseguiu ficar.

- UMA VERGONHA INTERNACIONAL mas o brasileiro está muito feliz de ser pentacampeão de futebol.

Nos corredores da FIFA já se admite que foi o maior erro da história da Instituição eleger o Brasil como sede. O que se fala é que os dirigentes deveriam ter ouvido o grande Estadista Francês Charles de Gaulle, quando disse:

“O Brasil não é um país sério” "
via Mario Saveri

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Hernane, o artilheiro minimalista

Hoje é dia de decisão no Maraca, vale tudo pra mandar boas energias ao escrete rubro-negro. Segue uma singela homenagem a nosso peculiar artilheiro Hernane, que tem todo o ferramental para se tornar o herói do certame de logo mais.



Para cantar ao som de "Samba de uma nota só" (desculpaê, Tom, mas é por uma boa causa).

Golzinho de um toque só

Eis aqui mais um golzinho, feito com um toque só.
Outras bolas vão entrar, mas o jeito é um só.
Marco gols numa sequência impressionante de se ver.
Todos eles com um toque, mais de um eu vou perder.
Quanto tento um drible ou um passe o lance não dá em nada, ou quase nada.
Se dou mais de um toque me embanano e aí não faço nada, não sai é nada.
Se eu recebo boa bola, não importa quem passou.
Se dou um só toque nela, o endereço é o gol.
Não quero todas as bolas, quero apenas uma só.
Eu preciso só de uma, e nela dou um toque só.

Arrebenta a cachorrada, Hernane!!

Pra cima deles, Mengo!!!

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Sai pra lá, tentação!


Volto por aqui depois de quase um ano motivado pela declaração sórdida e perigosa do sr. Tarso Genro que vcs podem ver aqui:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1260052-petista-diz-que-80-do-conteudo-de-radio-e-tv-deveria-sair-do-ar.shtml



“É fácil defender a liberdade de expressão quando as pessoas estão dizendo coisas que julgamos positivas e sensatas. Mas nosso compromisso com a liberdade de expressão só é realmente posto à prova quando diante de pessoas que dizem coisas que consideramos absolutamente repulsivas” 
Walter Williams
"Democracia é quando eu mando em você, ditadura é quando você manda em mim." 
Millôr Fernandes
"A democracia é a pior forma de governo imaginável, à exceção de todas as outras que foram experimentadas."
Sir Winston Churchill
Democracia é sempre ótima quando concordamos com os resultados que ela produz. Quando isso não acontece, a tentação de desejar uma bela e faceira ditadura a favor pode aparecer.
Em tempos de Lulas, Dilmas, Felicianos, mensaleiros e outros que tais, um utilíssimo exercício matinal, antes de escovar os dentes, seria olhar-se fixamente no espelho, e repetir, como um mantra:
"Democracia é uma coisa boa. Eu amo a Democracia. Eu a respeito. E vou lutar por ela, mesmo que a maioria discorde da minha opinião."

quinta-feira, 19 de abril de 2012

segunda-feira, 19 de março de 2012

Bodas de Algodão

Flores pra você, meu amor!!

sexta-feira, 9 de março de 2012

Engenhão, que roubada.



Graças ao imbroglio entre Fox Sports Brasil e as principais operadoras de tevê por assinatura do país, fui obrigado a voltar, ontem, sei lá quantos anos depois, a um estádio de futebol para ver um jogo de futebol. Foi minha estréia no Engenhão. E minha despedida também, espero.

A imagem acima é a parte de cima do meu ingresso do jogo de ontem. Ele está comigo. Não foi recolhido na entrada. Asseguro-lhes que paguei por este ingresso. Não sei quantos conseguiram entrar sem pagar nada.

Sou do tempo que ia-se ao Maracanã e quando a Suderj informava nos alto-falantes - sim, estou falando da era pré placar eletrônico - um público menor do que 100 mil pagantes a galera vaiava peremptoriamente, às vezes porque achava que os clubes estavam sendo tungados, pois via-se claramente que o estádio estava tomado, outras vezes pela real decepção da pequenez da audiência.

Ontem havia pouco mais de trinta mil pessoas no estádio. 1/3, pois, do público mínimo exigido nas priscas eras supracitadas. Maraca com trinta mil pessoas, naqueles tempos, ficava tão tranquilo, que mesmo que todas as trinta mil pessoas resolvessem ir ao estádio em cadeiras de rodas não teriam problemas para entrar. Trinta mil pessoas era para jogo entre minúsculos, um América e Bangu.

Pois ontem, com este público que hoje achamos que é casa cheia, casa cheia oi, o que vi e passei para entrar no estádio foi um completo absurdo. Acontecera comigo antes: em 72 ou 73, não me recordo ao certo. Não consegui entrar no Maraca. Tive que voltar pra casa, frustradíssimo, acompanhado de meu avô, enquanto meu pai e meu tio resolveram encarar a massa. Era jogo importante, não iam perder só porque o moleque era franzino demais pra tentar entrar. Naquele jogo, chutaria fácil umas 130 mil cabeças no ex-Maior do Mundo.

Hoje, com adicionais 40 anos e 70 quilos, não me intimidei com a turba. Encarei o esmigalhamento com vontade, deixando vítimas menos favorecidas pela largura no caminho. Quando me deparei com as roletas, qual não foi minha surpresa quando vi que a situação era de total caos: ninguém estava conseguindo passar seu ingresso. Pessoas pulavam atabalhoadamente as roletas, de forma descontrolada, para o desespero atônito de dois funcionários e um PM que tentavam impedir, inteiramente sem sucesso, a invasão da turba.

Como minha compleição física está muito mais para levantamento de peso do que para salto em altura, incorporei o Obelix e simplesmente levantei e arrastei uma grade que deveria separar a lateral das roletas do interior do estádio. E assim entrei, pela primeira, e espero que última vez em minha vida, no Engenhão, pelo menos para ver um jogo de futebol.

Vale aqui um comentário, muito bem elaborado pelo colega de twitter que me acompanhou nesta aventura. O gênio da raça que resolveu proibir a venda de bebidas alcoólicas nos jogos de futebol achou que assim evitaria brigas dentro do estádio. Realmente, não presenciei dentro do Engenhão sequer um resquício de rusga, a não ser a torcida esbravejando e querendo matar o Joel e o Negueba. Acontece que, como não tem cerveja lá dentro, todo mundo fica enchendo o pote lá fora, nos inúmeros "estabelecimentos comerciais" precariamente instalados nas varandas e alpendres das casas de família no entorno do Engenhão, e resolvem entrar, todos ao mesmo tempo, faltando quinze minutos para começar o jogo. Não tem como não dar merda. Falaram-me ontem: "Na Inglaterra é assim, pessoas entram dez minutos antes nos estádios e não dá essa confusão". Sim, obviamente. Lá, eles são ingleses. Aqui, somos brasileiros, cariocas, e, muito em especial, rubro-negros. Não somos exatamente reconhecidos internacionalmente por nossos modos, classe e polidez.

Resultado desta balbúrdia inaceitável: eu e e mais um conseguimos sentar na arquibancada com "apenas" quatro minutos de jogo começado. Outro, que estava colado conosco na hora de entrar, uns dez minutos depois. Outros dois, que chegaram ao Engenhão em cima do laço, só conseguiram entrar aos 40 do primeiro tempo, e foram encaminhados para a arquibancada Leste Inferior, pois foram informados que a Superior, para onde eram seus ingressos, já estava lotada.

E o jogo? O que falar de um jogo onde o treinador, se é que Joel ainda merece essa alcunha, escala o time com três zagueiros e dois volantes, em casa, para enfrentar o diminuto time da Eletrobrás equatoriana, que consegue inventar o Negueba de lateral-direito e o Bottinelli de volante recuado, e onde o maior destaque foi o Wellington, que conseguiu, no mesmo lance, expulsar um jogador adversário e se machucar para não mais retornar, dando continuidade assim ao trabalho do treinador do Além que vem tentando ajudar Joel a enxergar como escalar corretamente o time tirando de combate um cabeçudo atrás do outro. Tenho pra mim que é o Claudio Coutinho que conseguiu permissão do Divino para intervir no Fla e ajudar o filhote, agora Diretor de Futebol. Mas não adianta que Joel não enxerga nem escuta o óbvio, e não creio que seja problema oftalmo ou otorrino. É senilidade mesmo, caso mais de aposentadoria e internação do que de tratamento médico ou demissão sumária.

Domingo tem Fla-Flu, televisionado, felizmente. Pelo menos assistirei a esta anunciada tragédia no sacrossanto conforto do meu lar.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ode ao Fla - Viva Nelson!

“Corria o ano de 1911. Vejam vocês: — 1911! O bigode do kaiser estava, então, em plena vigência; Mata-Hari, com um seio só, ateava paixões e suicídios; e as mulheres, aqui e alhures, usavam umas ancas imensas e intransportáveis. Aliás, diga-se de passagem: — é impossível não ter uma funda nostalgia dos quadris anteriores à Primeira Grande Guerra. Uma menina de catorze anos para atravessar uma porta tinha que se pôr de perfil. Convenhamos: — grande época! grande época!

Pois bem. Foi em 1911, tempo dos cabelos compridos e dos espartilhos, das valsas em primeira audição e do busto unilateral de Mata-Hari, que nasceu o Flamengo. Em tempo retifico: — nasceu a seção terrestre do Flamengo. De fato, o clube de regatas já existia, já começava a tecer a sua camoniana tradição náutica. Em 1911, aconteceu uma briga no Fluminense. Discute daqui, dali, e é possível que tenha havido tapa, nome feio, o diabo. Conclusão: — cindiu-se o Fluminense e a dissidência, ainda esbravejante, ainda ululante, foi fundar, no Flamengo de regatas, o Flamengo de futebol.

Naquele tempo tudo era diferente. Por exemplo: — a torcida tinha uma ênfase, uma grandiloqüência de ópera. E acontecia esta coisa sublime: — quando havia um gol, as mulheres rolavam em ataques. Eis o que empobrece liricamente o futebol atual: — a inexistência do histerismo feminino. Difícil, muito difícil, achar-se uma torcedora histérica. Por sua vez, os homens torciam como espanhóis de anedota. E os jogadores? Ah, os jogadores! A bola tinha uma importância relativa ou nula. Quantas vezes o craque esquecia a pelota e saía em frente, ceifando, dizimando, assassinando canelas, rins, tórax e baços adversários? Hoje, o homem está muito desvirilizado e já não aceita a ferocidade dos velhos tempos. Mas raciocinemos: — em 1911, ninguém bebia um copo d’água sem paixão.

Passou-se. E o Flamengo joga, hoje, com a mesma alma de 1911. Admite, é claro, as convenções disciplinares que o futebol moderno exige. Mas o comportamento interior, a gana, a garra, o élan são perfeitamente inatuais. Essa fixação no tempo explica a tremenda força rubro-negra. Note-se: — não se trata de um fenômeno apenas do jogador. Mas do torcedor também. Aliás, time e torcida completam-se numa integração definitiva. O adepto de qualquer outro clube recebe um gol, uma derrota, com uma tristeza maior ou menor, que não afeta as raízes do ser. O torcedor rubro-negro, não. Se entra um gol adversário, ele se crispa, ele arqueja, ele vidra os olhos, ele agoniza, ele sangra como um césar apunhalado.

Também é de 1911, da mentalidade anterior à Primeira Grande Guerra, o amor às cores do clube. Para qualquer um, a cami¬sa vale tanto quanto uma gravata. Não para o Flamengo. Para o Flamengo, a camisa é tudo. Já tem acontecido várias vezes o seguinte: — quando o time não dá nada, a camisa é içada, desfraldada, por invisíveis mãos. Adversários, juizes, bandeirinhas tremem então, intimidados, acovardados, batidos. Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará a camisa, aberta no arco. E, diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável.”

(Publicado originalmente na antiga Manchete Esportiva, no dia 26/11/1955.)

Vejam aqui, editado pelo antológico Canal 100, e espetacularmente narrado pelo impagável Paulo César Pereio: http://www.youtube.com/watch?v=OvCjohjVFis

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Carta ao SAC da Shell

Recebi há pouco por e-mail. Acho difícil que seja verdadeira. Mas, pelo teor, e pelo primor gramatical, não seria de todo impossível que fôsse real. Segue:

Carta à Shell - 1986 - Relíquia histórica

CARTA ENVIADA À SHELL NOS ANOS '80

Este fato é verdadeiro...

A Shell tem a carta arquivada. Isto é FANTÁSTICO. NÃO TEM PREÇO, UMA RARIDADE!

A empresa Shell abriu seus arquivos e veio a conhecer o conteúdo e uma carta enviada por um consumidor, nos anos 80, ao seu Serviço de Atendimento ao Consumidor.

Ela está transcrita na sua forma original, inclusive com os erros gramaticais.

Conheça a carta:

'Olá!Tenho um Corcel II 1986 a álco e sou cliente dos posto Shell. Não abasteço em nenhum otro posto há mais de 5 ano. Tô escrevendo porque tô com uma dúvida na qual acho que vocês são os mais indicado a me ajuda. A questã é que tô progamando uma viage para domingo dia 27/10. Nesse dia será realizado o 2º turno das eleição e mais uma vez vai tê a proibição de venda de alco da meia noite até a meia noite de domingo. A chamada lei seca. Mas o trajeto que pretendo percorre no domingo é muito maior do que cabe de alco no tanque do meu carro, já que não vai tê venda de alco, vô te que carrega em alguma vasilha o resto que segundo meus cálculo é um tanque e meio quase 100 litro . Gostaria de sabe qual a vasilha mais segura pra transporta o alco ou se tem alguma outra solução pro meu pobrema. Pensei em talvez abastece com gasolina por que a proibição de venda é so de alco pelo que eu vi. Caso a solução seja mesmo a de transporta o combustive a se usado, gostaria de sabe se algum posto de vocês na região da Grande ABC poderia faze um desconto por que eu vo está comprando mais de 150 Litro de alco no sábado. Conto com a ajuda de vocês.

Assinado: Luis Inacio da Silva
Torneiro Mecânico
São Bernardo do Campo/SP'

Resposta da SHELL:

Prezado Sr. Luis Inácio da Silva Em retorno à sua carta, gostaríamos de esclarecer que a lei a que o senhor se refere, proíbe apenas a venda de bebidas alcoólicas nos dias de eleições e não a de combustíveis automotores.. Shell Brasil S.A. Petróleo

POR 'MERO' ACASO, HOJE ESTE É O SEU PRESIDENTE!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

10 perguntas para Dilma

Fiquei muito irritado com o último debate presidencial na Band. Achei Serra passivo, ingênuo, muito preocupado em parecer equilibrado e ético, mas muito pouco contundente, e de uma benevolência quase servil com as grandes e evidentes fragilidades de sua oponente. Por algumas vezes, ao longo do debate, pensei que se eu, com quase nenhum preparo além das informações que recebo ou coleto na Imprensa, se estivesse lá, teria levado Dilma ao completo descontrole de tanto bater na criatura, e com propriedade, verdade e coerência, sem precisar inventar ou distorcer nada, tal a quantidades de chances que ela deu para ser exposta e desmascarada.

Resolvi listar e sugerir ao Serra dez perguntas para ele fazer à Dilma no próximo debate. Queria ver como ela ia se sair:

1) O que esconde seu processo tão cuidadosamente guardado nos cofres do STM? Vc não acha que o povo deveria e merece saber da vida pregressa da pessoa que se propõe a comandar o país?

2) Existe uma ficha criminal sua, da época do DOPS/DOI-CODI, sendo amplamente divulgada na internet há algum tempo, onde lhe atribuem participações em crimes graves, como assaltos, sequestros, e até envolvimento com assassinatos, na época da Colina e da VAR-Palmares. São verdadeiras estas acusações? Vc realmente cometeu todos estes crimes?

3) Voce vive falando da Era FHC como razão de todos os males. Das privatizações, da tal "herança maldita", da injustiça social, da submissão ao FMI e ao capital estrangeiro, blá, blá, bla... Mas Lula, quando chegou ao poder, não mudou uma vírgula da política econômica de FHC; se apropriou de dois programas sociais, o Bolsa Alimentação e o Bolsa Escola, mudou de nome, rebatizou-o de Bolsa Família, e este é justamente o maior trunfo eleitoral de seu governo; não moveu uma palha para retroceder em nenhuma privatização realizada, pelo contrário, realizou mais algumas. E, em compensação ao fato de "não ser mais submisso" ao FMI, perdoou/anistiou bilhões de dívidas que vários países tinham conosco, inclusive de ditaduras sanguinárias. Quem teve mais descaso com o patrimônio nacional, FHC e seu programa de privatização, ou o benfeitor Lula e suas doações bilionárias de dinheiro a países em dificuldade, como se não precisássemos deste dinheiro por aqui?

4) Dilma, vc, Lula, e todos os demais dirigentes do PT, toda vez que são pegos, ou aliados de vcs são pegos, com a boca na botija - e olhe que não foram poucas - em casos de corrupção (Mensalão), prevaricação(Correios/Casa Civil), favorecimento ilícito(todo o aparelho do Estado, seus órgãos, empresas, agências, etc), têm sempre duas desculpas padrão: a) "Eu não sabia"; b) "Vocês do PSDB/DEM também fizeram isso!". Vocês não tem vergonha de usar sempre as mesmas desculpas esfarrapadas ou acham que seus eleitores são tão imbecis que não se apercebem desta artimanha?

5) Você não acha contraditório, hipócrita, mentiroso e desleal com o povo que lhe apóia, depois de tudo o fez na vida, e de tudo que já declarou (está aí, gravado, para quem quiser ver, na internet), vc agora se declarar radicalmente contra o aborto, ultrareligiosa e temente a Deus?

6) Vc era, sendo otimista, apenas a terceira opção de Lula para sua sucessão. Os preferidos, em certa altura, eram Palocci e Dirceu. Não fosse o escândalo do Mensalão, certamente jamais seria candidata a presidente, até pq, até hj, jamais foi candidata a nenhum cargo público em sua vida. Querer começar justamente com o maior deles me parece até muita pretensão de sua parte. Como espera que o povo brasileiro acredite que uma pessoa sem currículo como vc, e com suas pouquíssimas credenciais, que se limitam a ser a pura e simples escolha pessoal do presidente Lula, tenha competência para exercer a presidência? Ou não acha que vai precisar de competência, pois não vai passar mesmo de uma marionete, um títere nas mãos do presidente Lula?

7) Dilma, vc claramente não se sai muito bem falando em público. Vc não consegue formular suas idéias direito, não é clara em suas respostas, não concatena raciocínios, não conclui suas sentenças, é contraditória, mistura alhos com bugalhos em suas explicações, gagueja a todo o momento, é claudicante e insegura, fica extremamente agressiva quando questionada e frequentemente maltrata a língua portuguesa. Em suma, é uma verdadeira calamidade como debatedora e oradora. Além disso, é pública e notória sua maneira arrogante, autoritária, tirânica até, com que se relaciona com seus comandados, isto dito por eles próprios e por algumas pessoas próximas a vc. Vc não acha que equilíbrio emocional, boa capacidade de se expressar e saber comandar com diplomacia são características importantes, vitais até, a um presidente da república?

8) Dilma, Lula lhe conheceu, e lhe colocou, de maneira surpreendente até, no seu governo, em 2002. Ou seja, não faz tanto tempo assim. Vc é de 1947, já tinha 55 anos quando isto aconteceu. Antes disso, o que teria feito vc assim de tão relevante que a credencie a ocupar o cargo mais importante deste país?

9) Vamos falar um pouco de política externa. O mundo inteiro, a exceção de pouquíssimos países, entre eles nós, o Brasil, condena Ahmadinejad, seu ódio anti-semita e suas ambições nucleares. Da mesma forma, praticamente o planeta inteiro repudia, despreza, e até ridiculariza, o populismo antidemocrático de Chávez, Morales e outros bolivarianos, assim como a política criminosa e retrógrada da Cuba de Fidel. Vc, Lula, e o PT adoram tudo isso, e são amigos desta gente. Vcs são os únicos certos? O resto do mundo inteiro está equivocado em relação a estes senhores?

10) Como pode o PT, em especial o seu mentor, criador e patrão, Lula, pregarem a democracia, quando, na prática, sistematicamente, tentam manipular e calar a imprensa, querem "extirpar" - palavras de Lula - os opositores, e ridicularizam, desrespeitam e desautorizam leis, instituições, Poderes, sempre que não agem de acordo com seus interesses pessoais e partidários? É incoerência de discurso ou simplesmente mentira?

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Querem calar até os padres

Do Valor Econômico (chamada de capa)

Governo e Igreja entram em atrito
César Felício e Raymundo Costa De Belo Horizonte e Brasília

O aborto está no centro da controvérsia entre o governo - e sua candidata, Dilma Rousseff - e a Igreja Católica, mas a lista de contenciosos é mais ampla e até o acordo entre o Brasil e o Vaticano pode tensionar as relações. O acordo trata do estatuto jurídico da Igreja no país e garante benefícios de natureza tributária, trabalhista e até subsídios para manutenção de monumentos.

O Planalto ameaça rediscutir o acordo se padres continuarem fazendo campanha nas missas contra Dilma. O recado chegou à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) por meio do chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho. O tema preocupa o bispo auxiliar de Salvador, dom João Petrini, um dos expoentes do conservador Movimento Comunhão e Libertação: "Há ações diretas de inconstitucionalidade em tramitação. É importante o empenho do Executivo e Legislativo para garantir que a discussão jurídica não coloque riscos ao processo já negociado".