terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ode ao Fla - Viva Nelson!

“Corria o ano de 1911. Vejam vocês: — 1911! O bigode do kaiser estava, então, em plena vigência; Mata-Hari, com um seio só, ateava paixões e suicídios; e as mulheres, aqui e alhures, usavam umas ancas imensas e intransportáveis. Aliás, diga-se de passagem: — é impossível não ter uma funda nostalgia dos quadris anteriores à Primeira Grande Guerra. Uma menina de catorze anos para atravessar uma porta tinha que se pôr de perfil. Convenhamos: — grande época! grande época!

Pois bem. Foi em 1911, tempo dos cabelos compridos e dos espartilhos, das valsas em primeira audição e do busto unilateral de Mata-Hari, que nasceu o Flamengo. Em tempo retifico: — nasceu a seção terrestre do Flamengo. De fato, o clube de regatas já existia, já começava a tecer a sua camoniana tradição náutica. Em 1911, aconteceu uma briga no Fluminense. Discute daqui, dali, e é possível que tenha havido tapa, nome feio, o diabo. Conclusão: — cindiu-se o Fluminense e a dissidência, ainda esbravejante, ainda ululante, foi fundar, no Flamengo de regatas, o Flamengo de futebol.

Naquele tempo tudo era diferente. Por exemplo: — a torcida tinha uma ênfase, uma grandiloqüência de ópera. E acontecia esta coisa sublime: — quando havia um gol, as mulheres rolavam em ataques. Eis o que empobrece liricamente o futebol atual: — a inexistência do histerismo feminino. Difícil, muito difícil, achar-se uma torcedora histérica. Por sua vez, os homens torciam como espanhóis de anedota. E os jogadores? Ah, os jogadores! A bola tinha uma importância relativa ou nula. Quantas vezes o craque esquecia a pelota e saía em frente, ceifando, dizimando, assassinando canelas, rins, tórax e baços adversários? Hoje, o homem está muito desvirilizado e já não aceita a ferocidade dos velhos tempos. Mas raciocinemos: — em 1911, ninguém bebia um copo d’água sem paixão.

Passou-se. E o Flamengo joga, hoje, com a mesma alma de 1911. Admite, é claro, as convenções disciplinares que o futebol moderno exige. Mas o comportamento interior, a gana, a garra, o élan são perfeitamente inatuais. Essa fixação no tempo explica a tremenda força rubro-negra. Note-se: — não se trata de um fenômeno apenas do jogador. Mas do torcedor também. Aliás, time e torcida completam-se numa integração definitiva. O adepto de qualquer outro clube recebe um gol, uma derrota, com uma tristeza maior ou menor, que não afeta as raízes do ser. O torcedor rubro-negro, não. Se entra um gol adversário, ele se crispa, ele arqueja, ele vidra os olhos, ele agoniza, ele sangra como um césar apunhalado.

Também é de 1911, da mentalidade anterior à Primeira Grande Guerra, o amor às cores do clube. Para qualquer um, a cami¬sa vale tanto quanto uma gravata. Não para o Flamengo. Para o Flamengo, a camisa é tudo. Já tem acontecido várias vezes o seguinte: — quando o time não dá nada, a camisa é içada, desfraldada, por invisíveis mãos. Adversários, juizes, bandeirinhas tremem então, intimidados, acovardados, batidos. Há de chegar talvez o dia em que o Flamengo não precisará de jogadores, nem de técnicos, nem de nada. Bastará a camisa, aberta no arco. E, diante do furor impotente do adversário, a camisa rubro-negra será uma bastilha inexpugnável.”

(Publicado originalmente na antiga Manchete Esportiva, no dia 26/11/1955.)

Vejam aqui, editado pelo antológico Canal 100, e espetacularmente narrado pelo impagável Paulo César Pereio: http://www.youtube.com/watch?v=OvCjohjVFis

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Carta ao SAC da Shell

Recebi há pouco por e-mail. Acho difícil que seja verdadeira. Mas, pelo teor, e pelo primor gramatical, não seria de todo impossível que fôsse real. Segue:

Carta à Shell - 1986 - Relíquia histórica

CARTA ENVIADA À SHELL NOS ANOS '80

Este fato é verdadeiro...

A Shell tem a carta arquivada. Isto é FANTÁSTICO. NÃO TEM PREÇO, UMA RARIDADE!

A empresa Shell abriu seus arquivos e veio a conhecer o conteúdo e uma carta enviada por um consumidor, nos anos 80, ao seu Serviço de Atendimento ao Consumidor.

Ela está transcrita na sua forma original, inclusive com os erros gramaticais.

Conheça a carta:

'Olá!Tenho um Corcel II 1986 a álco e sou cliente dos posto Shell. Não abasteço em nenhum otro posto há mais de 5 ano. Tô escrevendo porque tô com uma dúvida na qual acho que vocês são os mais indicado a me ajuda. A questã é que tô progamando uma viage para domingo dia 27/10. Nesse dia será realizado o 2º turno das eleição e mais uma vez vai tê a proibição de venda de alco da meia noite até a meia noite de domingo. A chamada lei seca. Mas o trajeto que pretendo percorre no domingo é muito maior do que cabe de alco no tanque do meu carro, já que não vai tê venda de alco, vô te que carrega em alguma vasilha o resto que segundo meus cálculo é um tanque e meio quase 100 litro . Gostaria de sabe qual a vasilha mais segura pra transporta o alco ou se tem alguma outra solução pro meu pobrema. Pensei em talvez abastece com gasolina por que a proibição de venda é so de alco pelo que eu vi. Caso a solução seja mesmo a de transporta o combustive a se usado, gostaria de sabe se algum posto de vocês na região da Grande ABC poderia faze um desconto por que eu vo está comprando mais de 150 Litro de alco no sábado. Conto com a ajuda de vocês.

Assinado: Luis Inacio da Silva
Torneiro Mecânico
São Bernardo do Campo/SP'

Resposta da SHELL:

Prezado Sr. Luis Inácio da Silva Em retorno à sua carta, gostaríamos de esclarecer que a lei a que o senhor se refere, proíbe apenas a venda de bebidas alcoólicas nos dias de eleições e não a de combustíveis automotores.. Shell Brasil S.A. Petróleo

POR 'MERO' ACASO, HOJE ESTE É O SEU PRESIDENTE!

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

10 perguntas para Dilma

Fiquei muito irritado com o último debate presidencial na Band. Achei Serra passivo, ingênuo, muito preocupado em parecer equilibrado e ético, mas muito pouco contundente, e de uma benevolência quase servil com as grandes e evidentes fragilidades de sua oponente. Por algumas vezes, ao longo do debate, pensei que se eu, com quase nenhum preparo além das informações que recebo ou coleto na Imprensa, se estivesse lá, teria levado Dilma ao completo descontrole de tanto bater na criatura, e com propriedade, verdade e coerência, sem precisar inventar ou distorcer nada, tal a quantidades de chances que ela deu para ser exposta e desmascarada.

Resolvi listar e sugerir ao Serra dez perguntas para ele fazer à Dilma no próximo debate. Queria ver como ela ia se sair:

1) O que esconde seu processo tão cuidadosamente guardado nos cofres do STM? Vc não acha que o povo deveria e merece saber da vida pregressa da pessoa que se propõe a comandar o país?

2) Existe uma ficha criminal sua, da época do DOPS/DOI-CODI, sendo amplamente divulgada na internet há algum tempo, onde lhe atribuem participações em crimes graves, como assaltos, sequestros, e até envolvimento com assassinatos, na época da Colina e da VAR-Palmares. São verdadeiras estas acusações? Vc realmente cometeu todos estes crimes?

3) Voce vive falando da Era FHC como razão de todos os males. Das privatizações, da tal "herança maldita", da injustiça social, da submissão ao FMI e ao capital estrangeiro, blá, blá, bla... Mas Lula, quando chegou ao poder, não mudou uma vírgula da política econômica de FHC; se apropriou de dois programas sociais, o Bolsa Alimentação e o Bolsa Escola, mudou de nome, rebatizou-o de Bolsa Família, e este é justamente o maior trunfo eleitoral de seu governo; não moveu uma palha para retroceder em nenhuma privatização realizada, pelo contrário, realizou mais algumas. E, em compensação ao fato de "não ser mais submisso" ao FMI, perdoou/anistiou bilhões de dívidas que vários países tinham conosco, inclusive de ditaduras sanguinárias. Quem teve mais descaso com o patrimônio nacional, FHC e seu programa de privatização, ou o benfeitor Lula e suas doações bilionárias de dinheiro a países em dificuldade, como se não precisássemos deste dinheiro por aqui?

4) Dilma, vc, Lula, e todos os demais dirigentes do PT, toda vez que são pegos, ou aliados de vcs são pegos, com a boca na botija - e olhe que não foram poucas - em casos de corrupção (Mensalão), prevaricação(Correios/Casa Civil), favorecimento ilícito(todo o aparelho do Estado, seus órgãos, empresas, agências, etc), têm sempre duas desculpas padrão: a) "Eu não sabia"; b) "Vocês do PSDB/DEM também fizeram isso!". Vocês não tem vergonha de usar sempre as mesmas desculpas esfarrapadas ou acham que seus eleitores são tão imbecis que não se apercebem desta artimanha?

5) Você não acha contraditório, hipócrita, mentiroso e desleal com o povo que lhe apóia, depois de tudo o fez na vida, e de tudo que já declarou (está aí, gravado, para quem quiser ver, na internet), vc agora se declarar radicalmente contra o aborto, ultrareligiosa e temente a Deus?

6) Vc era, sendo otimista, apenas a terceira opção de Lula para sua sucessão. Os preferidos, em certa altura, eram Palocci e Dirceu. Não fosse o escândalo do Mensalão, certamente jamais seria candidata a presidente, até pq, até hj, jamais foi candidata a nenhum cargo público em sua vida. Querer começar justamente com o maior deles me parece até muita pretensão de sua parte. Como espera que o povo brasileiro acredite que uma pessoa sem currículo como vc, e com suas pouquíssimas credenciais, que se limitam a ser a pura e simples escolha pessoal do presidente Lula, tenha competência para exercer a presidência? Ou não acha que vai precisar de competência, pois não vai passar mesmo de uma marionete, um títere nas mãos do presidente Lula?

7) Dilma, vc claramente não se sai muito bem falando em público. Vc não consegue formular suas idéias direito, não é clara em suas respostas, não concatena raciocínios, não conclui suas sentenças, é contraditória, mistura alhos com bugalhos em suas explicações, gagueja a todo o momento, é claudicante e insegura, fica extremamente agressiva quando questionada e frequentemente maltrata a língua portuguesa. Em suma, é uma verdadeira calamidade como debatedora e oradora. Além disso, é pública e notória sua maneira arrogante, autoritária, tirânica até, com que se relaciona com seus comandados, isto dito por eles próprios e por algumas pessoas próximas a vc. Vc não acha que equilíbrio emocional, boa capacidade de se expressar e saber comandar com diplomacia são características importantes, vitais até, a um presidente da república?

8) Dilma, Lula lhe conheceu, e lhe colocou, de maneira surpreendente até, no seu governo, em 2002. Ou seja, não faz tanto tempo assim. Vc é de 1947, já tinha 55 anos quando isto aconteceu. Antes disso, o que teria feito vc assim de tão relevante que a credencie a ocupar o cargo mais importante deste país?

9) Vamos falar um pouco de política externa. O mundo inteiro, a exceção de pouquíssimos países, entre eles nós, o Brasil, condena Ahmadinejad, seu ódio anti-semita e suas ambições nucleares. Da mesma forma, praticamente o planeta inteiro repudia, despreza, e até ridiculariza, o populismo antidemocrático de Chávez, Morales e outros bolivarianos, assim como a política criminosa e retrógrada da Cuba de Fidel. Vc, Lula, e o PT adoram tudo isso, e são amigos desta gente. Vcs são os únicos certos? O resto do mundo inteiro está equivocado em relação a estes senhores?

10) Como pode o PT, em especial o seu mentor, criador e patrão, Lula, pregarem a democracia, quando, na prática, sistematicamente, tentam manipular e calar a imprensa, querem "extirpar" - palavras de Lula - os opositores, e ridicularizam, desrespeitam e desautorizam leis, instituições, Poderes, sempre que não agem de acordo com seus interesses pessoais e partidários? É incoerência de discurso ou simplesmente mentira?

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Querem calar até os padres

Do Valor Econômico (chamada de capa)

Governo e Igreja entram em atrito
César Felício e Raymundo Costa De Belo Horizonte e Brasília

O aborto está no centro da controvérsia entre o governo - e sua candidata, Dilma Rousseff - e a Igreja Católica, mas a lista de contenciosos é mais ampla e até o acordo entre o Brasil e o Vaticano pode tensionar as relações. O acordo trata do estatuto jurídico da Igreja no país e garante benefícios de natureza tributária, trabalhista e até subsídios para manutenção de monumentos.

O Planalto ameaça rediscutir o acordo se padres continuarem fazendo campanha nas missas contra Dilma. O recado chegou à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) por meio do chefe de gabinete da Presidência, Gilberto Carvalho. O tema preocupa o bispo auxiliar de Salvador, dom João Petrini, um dos expoentes do conservador Movimento Comunhão e Libertação: "Há ações diretas de inconstitucionalidade em tramitação. É importante o empenho do Executivo e Legislativo para garantir que a discussão jurídica não coloque riscos ao processo já negociado".

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

A melhor capa da história republicana deste país

Nunca na história deste país (só pra usar bem os jargões do energúmeno) houve uma capa como esta. É a maior e mais elegante descompostura e lição de moral que um Presidente da República já levou por aqui. Chupa essa manga, molusco! Chupa não, essa você vai ter que engolir... E deve estar te engasgando, não é, canalha?


Estado modelo

Recebi por e-mail de @AlessandroBB:

ORGULHEM-SE DE SANTA CATARINA

Essa mensagem vale ser lida e divulgada ao povo brasileiro:

Quem dera que o Brasil tivesse mais estados como Santa Catarina! Aí sim, este país seria uma grande nação e não apenas um país grande...
Parabéns Sta. Catarina, que Deus te abençoe!
Célia.

Lula veio à Santa Catarina chorar, uivar, babar por Ideli Salvatti, destilando o seu ódio contra políticos catarinenses. Sabem o que aconteceu? O candidato do DEM, Raimundo Colombo, caminha para vencer a eleição no primeiro turno. No IBOPE. No Datafolha. No Mapa. Na Brasmarket. Em todas as pesquisas, ele tem o dobro dos votos da senadora do Mensalão.

No horário eleitoral, Ideli abraçou, beijou, botou a cabecinha no ombro do Lula. Sabem como os catarinenses responderam a tanta apelação? Com uma banana para Lula e Ideli. A petista amarga um terceiro lugar, de onde não se mexe desde que a campanha começou.

O senador do PT também se arrasta. Lula e a sua turma não têm vez onde o povo trabalha, estuda, produz, tudo com o suor do próprio rosto. Santa Catarina é a prova disso.

Santa Catarina costuma "extirpar" demagogos imbecis e estúpidos.

Dos beneficiados da Bolsa Família, pouco mais de 1% estão em Santa Catarina.

Aqui estômago não vota. Aqui quem vota é a cabeça e o coração.

Francisco Vianna

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Estagiários...

Um presidente de empresa, casado há 25 anos, está na maior dúvida se transar com a mulher, depois de tanto tempo, é trabalho ou prazer.
Na dúvida, liga pro diretor geral e pergunta.
O diretor liga pro vice-diretor e faz a mesma pergunta.
O vice-diretor liga pro gerente geral e pergunta.
E assim segue a corrente de ligações, até que a pergunta chega no jurídico e o advogado pergunta pro estagiário que está todo afobado, fazendo mil coisas ao mesmo tempo:
- Rapaz, você tem um minuto pra responder se quando o presidente transa com a mulher dele é trabalho ou prazer.
- É prazer!
- Ué? Como é que você pode responder isso com tanta segurança?
- É que se fosse trabalho já tinham mandado eu fazer.

O Viajante

Recebi o texto abaixo como sendo de Joelmir Beting, mas não tenho como verificar a veracidade da informação. Sendo ou não dele, vale a pena ser lido:

Se beber não dirija.
Nem governe.
Até aqui, em 40 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 102 viagens ao mundo.
Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semana não.
Semcontar, ora pois, as até aqui, 283 viagens pelo Brasil...
Hoje, dia 15, ele completa 382 dias fora do país desde a posse.
E pelo Brasil, no mesmo período, 602 dias fora de Brasília.
Total da itinerância presidencial, caso único no mundo e na História: Exatos 984 dias fora do Palácio, em exatos 1.201 dias de presidência.
Equivale a 81,9% do seu mandato fora do seu gabinete.
Esta é a defesa da tese de que ele não sabia e nem sabe de nada do que acontece no Palácio do Planalto. Governar ou despachar, nem pensar. A ordem é circular. A qualquer pretexto. E sendo aqui deselegante, digo que o presidente não é (nem nunca foi) chegado ao batente, ao despacho, ao expediente. Jamais poderá mourejar no gabinete, dez horas por dia, um simpático mandatário que tem na biografia o nunca ter se sentado à mesa nem para estudar, que dirá para trabalhar.
SEM CONTAR AS DESPESAS:
FHC, EM 8 ANOS DE GOVERNO, GASTOU R$ 58 MILHÕES, CRITICADOS PELO PT.
LULA ATÉ AGORA, EM MENOS DE 7 ANOS, GASTOU R$ 584 MILHÕES! E SÓ AS IDENTIFICADAS PELA IMPRENSA

E o povão ainda aplaude e vota!

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Isso é Lula

Recebi isto aqui via e-mail agora de manhã. É o mais fidedigno e completo perfil do Presidente Lula e de seu nefasto governo que já li na vida. Não acrescentaria ou tiraria uma vírgula deste texto. Reiterados parabéns à seu autor.

Carta de Gilberto Geraldo Garbi para Lula.

Gilberto Geraldo Garbi foi um dos alunos classificados a seu tempo como UM DOS MELHORES ALUNOS DE MATEMÁTICA que já haviam adentrado o ITA.
Depois de graduado, desenvolveu carreira na TELEPAR, onde chegou a Diretor Técnico e Diretor Presidente, sendo depois Presidente da TELEBRAS.

A CAMINHO DOS 99,9999995%

Há poucos dias, a imprensa anunciou amplamente que, segundo as últimas pesquisas de opinião, Lula bateu de novo seus recordes anteriores de popularidade e chegou a 84% de avaliação positiva. É, realmente, algo "nunca antes visto nesse país" e eu fiquei me perguntando o que poderemos esperar das próximas consultas populares.

Lembro-me de que quando Lula chegou aos 70% achei que ele jamais bateria Hitler, a quem, em seu auge, a cultíssima Alemanha chegara a conceder 82% de aprovação. Mas eu estava enganado: nosso operário-presidente já deixou para trás o psicopata de bigodinho e hoje só deve estar perdendo para Fidel Castro e para aquele tiranete caricato da Coreia do Norte, cujo nome jamais me interessei em guardar. Mas Lula tem uma vantagem sobre os dois ditadores: aqui as pesquisas refletem verdadeiramente o que o povo pensa, enquanto em Cuba e na Coreia do Norte as pesquisas de opinião lembram o que se dizia dos plebiscitos portugueses durante a ditadura lusitana: SIM, Salazar fica; NÃO, Salazar não sai; brancos e nulos sendo contados a favor do governo. Portanto, a popularidade de Lula ainda "tem espaço" para crescer, para empregar essa expressão surrada e pedante, mas adorada pelos economistas. E faltam apenas cerca de 16% para que Lula possa, com suas habituais presunção e imodéstia, anunciar ao mundo que obteve a unanimidade dos brasileiros em torno de seu nome, superando até Jesus Cristo ou outras celebridades menores que jamais conseguiram livrar-se de alguma oposição...

Sim, faltam apenas 16% mas eu tenho uma péssima notícia a dar a seu hipertrofiado ego: pode tirar o cavalinho da chuva, cumpanhero, porque de 99,9999995% você não passa. Como você não é muito chegado em Aritmética, explico melhor: o Brasil tem 200.000.000 de habitantes, um dos quais sou eu. Represento, portanto, 1 em 200.000.000, ou seja, 0,0000005% enquanto os demais brasileiros totalizam os restantes 99,9999995%. Esses, talvez, você possa conquistar, em todo ou em parte. Mas meus humildes 0,0000005% você jamais terá porque não há força neste ou em outros mundos, nem todo o dinheiro com que você tem comprado votos e apoios nos aterros sanitários da política brasileira, não há, repito, força capaz de mudar minha convicção de que você foi o pior dentre todos os presidentes que tive a infelicidade de ver comandando o Brasil em meus 65 anos de vida.

E minha convicção fundamenta-se em um fato simples: desde minha adolescência, quando comecei a me dar conta das desgraças brasileiras e a identificar suas causas, convenci-me de que na raiz de tudo está a mentalidade dominante no Brasil, essa mentalidade...

dos que valorizam a esperteza e o sucesso a qualquer custo;
dos que detestam o trabalho e o estudo;
dos que buscam o acesso ao patrimônio público para proveito pessoal;
dos que almejam os cabides de emprego e os cargos fantasmas;
dos que criam infindáveis dinastias nepotistas nos órgãos públicos;
dos que desprezam a justiça desde que a injustiça lhes seja vantajosa;
dos que só reclamam dos privilégios por não estar incluídos entre os privilegiados;
dos que enriquecem através dos negócios sujos com o Estado;
dos que vendem seus votos por uma camiseta, um sanduíche ou, como agora, uma bolsa família;
dos que são incapazes de discernir, comover-se e indignar-se diante de infâmias.

Pense a maioria o que quiser, diga a maioria o que disser, não mudarei minha convicção de que este País só deixará de ser o que é - uma terra onde as riquezas produzidas pelo suor da parte honesta e trabalhadora é saqueada pelos parasitas do Estado e pelos ladrões privados eternamente impunes - quando a mentalidade da população e de seus representantes for profundamente mudada. Mudada pela educação, pela perseverança, pela punição aos maus, pela recompensa aos bons, pelo exemplo dos governantes. E você Lula, teve uma oportunidade única de dar início à mudança dessa mentalidade. Você teve a oportunidade de tornar-se nossa tão esperada âncora moral, esta sim, nunca antes vista nesse País. Mas não, você preferiu o caminho mais fácil e batido das práticas populistas e coronelistas de sempre, da compra de tudo e de todos.

Infelizmente para o Brasil você estava certo: para que se esforçar, escorado apenas em princípios de decência, se muito mais rápido e eficiente é comprar o que for necessário, nessa terra onde quase tudo está à venda? Eu não o considero inteligente, no nobre sentido da palavra, porque uma pessoa verdadeiramente inteligente, depois de chegar aonde você chegou, partindo de onde você partiu, não chafurdaria nesse lamaçal em que você e sua malta alegremente surfam. Mas reconheço em você uma esperteza excepcional: nunca antes nesse País um presidente explorou tão bem, em proveito próprio e de seu bando, as piores qualidades da massa brasileira e de seus representantes. Esse é seu legado maior: o de haver escancarado a lúgubre realidade de que o Brasil continua o mesmo que Darwin encontrou quando passou por essas plagas em 1832 e anotou em seu diário: "Aqui todos são subornáveis".

Você destruiu as ilusões de quem achava que havíamos evoluído em nossa mentalidade e matou as esperanças dos que ainda acreditavam poder ver um Brasil decente antes de morrer.

Você não inventou a corrupção brasileira, mas fez dela um maquiavélico instrumento de poder.

Você é o sonho de consumo da banda podre desse País, o exemplo que os funcionários corruptos do Brasil sempre esperaram para poder dar, sem temores, plena vazão a seus instintos.

Você faz da mentira e da demagogia seu principal veículo de comunicação com a massa. A propósito, o que é que você sente, todos os dias, ao olhar-se no espelho e lembrar-se do que diz nos palanques?

Você sente orgulho em subestimar a inteligência da maioria e ver que vale a pena?

Você mentiu quando disse haver recebido como herança maldita a política econômica de seu antecessor.
Você mentiu ao dizer que não sabia do Mensalão
Mentiu quando disse que seu filho enriqueceu através do trabalho
Mentiu sobre os milhões que a Ong 13, de sua filha, recebeu sem prestar contas
Mentiu ao afastar Dirceu, Palocci, Gushiken e outros cumpanheros pegos em flagrante
Mente quando, para cada platéia, fala coisas diferentes, escolhidas sob medida para agradá-las Mentiu, mente e mentirá em qualquer situação que lhe convenha.
Você não moveu uma palha, em seis anos de presidência, para modificar as leis odiosas que protegem criminosos de todos os tipos neste País sedento de Justiça e encharcado pelas lágrimas dos familiares de tantas vítimas.

Jamais sua base no Congresso preocupou-se em fechar ao menos as mais gritantes brechas legais pelas quais os criminosos endinheirados conseguem sempre permanecer impunes, rindo-se de todos nós. Ao contrário, o Supremo, onde você tem grande influência, por haver indicado um bom número de Ministros, acaba de julgar que mesmo os condenados em segunda instância podem permanecer em liberdade, até que todas as apelações, recursos e embargos sejam julgados, o que, no Brasil, leva décadas. Isso significa, em poucas palavras, que os criminosos com dinheiro suficiente para pagar os famosos e caros criminalistas brasileiros podem dormir sossegados, porque jamais irão para a cadeia. Estivesse o Supremo julgando algo que interessasse a seu grupo ou a suas inclinações ideológicas, certamente você teria se empenhado de corpo e alma.

Aliás, Lula, você nunca teve ideais, apenas ambições. Você jamais foi inspirado por qualquer anseio de Justiça. Todas as suas ações, ao longo da vida, foram motivadas por rancores, invejas, sede pessoal de poder e irrefreável necessidade de ser adorado e ter seu ego adulado.

Você tem dividido a nação, jogando regiões contra regiões, classes contra classes e raças contra raças, para tirar proveito das desavenças que fomenta. Aliás, se você estivesse realmente interessado em dar aos pobres, negros e outros excluídos as mesmas oportunidades que têm os filhos dos ricos, teria se empenhado a fundo na melhoria da saúde e do ensino públicos. Mas você, no íntimo, despreza o ensino, a educação e a cultura, porque conseguiu tudo o que queria, mesmo sendo inculto e vulgar. Além disso, melhorar a educação toma um tempo enorme e dá muito trabalho, não é mesmo?

A Imprensa faz-lhe pouca oposição porque você a calou, manipulando as verbas publicitárias, pressionando-a economicamente e perseguindo jornalistas.

Você pode desdenhar tudo aquilo que aqui foi dito, como desdenha a todos que não o bajulem. Afinal, se você não é o maior estadista do planeta, se seu governo não é maravilhoso, como explicar tamanha popularidade? É fácil: políticos, sindicatos, imprensa, ONGs, movimentos sociais, funcionários públicos, miseráveis, você comprou com dinheiro, bolsas, cotas, cargos e medidas demagógicas. Muita gente que trabalha, mas desconhece o que se passa nas entranhas de seu governo, satisfez-se com o pouco mais de dinheiro que passou a ganhar, em consequência do modesto crescimento econômico que foi plantado anteriormente.

É esse, em síntese, o triste retrato do Brasil de hoje...

E, como se diz na França, "l´argent n´est tout que dans les siècles où les hommes ne sont rien".

Gilberto Geraldo Garbi

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Girls with a very sexy sense of humor...


























Fonte desconhecida, recebi por e-mail...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Espionando usuários

Valor Econômico > Impresso > The Wall Street Journal Americas
Segredos dos usuários são a nova mina de ouro da web
Julia Angwin, The Wall Street Journal 04/08/2010

Escondido dentro do computador de Ashley Hayes-Beaty, um minúsculo arquivo ajuda a acumular detalhes pessoais sobre ela, e tudo isso será colocado à venda por um vigésimo de centavo.
O arquivo consiste em um único código - 4c812db292272995e5416a323e79bd37 - que secretamente a identifica como uma mulher de 26 anos, da cidade americana de Nashville, Tennessee.
O código sabe que alguns de seus filmes favoritos são "A Princesa Prometida", "Como Se Fosse a Primeira Vez" e "10 Coisas que Eu Odeio em Você". Sabe também que ela gosta da série "Sex and the City". E ainda que navega por notícias de entretenimento e gosta de testes de conhecimento geral.
"Bem, eu gostaria de pensar que ainda existe algum mistério em mim, mas aparentemente não!", disse Hayes-Beaty quando lhe contaram o que o pedacinho de código revela sobre ela. "O perfil é assustadoramente correto."
Hayes-Beaty está sendo monitorada pela Lotame Solutions Inc., empresa de Nova York que usa um software sofisticado chamado de "beacon" para capturar o que as pessoas estão digitando em um site de internet -seus comentários sobre filmes, digamos, ou seu interesse por gravidez e informações para pais. A Lotame empacota esses dados em perfis, sem identificar o nome da pessoa, para empresas que estão em busca de clientes. Os gostos de Hayes-Beaty podem ser vendidos no atacado (um pacote de apreciadores de filmes custa US$ 1 por milhar) ou customizado (jovens de 26 anos que moram no sul dos Estados Unidos e gostam de "Como Se Fosse a Primeira Vez").
"Você pode segmentar tudo até chegar a uma só pessoa", diz Eric Porres, diretor de marketing da Lotame.
Uma investigação do Wall Street Journal descobriu que um dos negócios que mais crescem na internet é o de espiar os usuários.
O WSJ realizou um estudo abrangente que avalia e analisa o vasto conjunto de cookies e outras tecnologias de vigilância que as empresas estão usando para seguir os passos dos internautas. O estudo revela que o acompanhamento dos consumidores se tornou ainda mais dominante e mais intrusivo do que todos, com exceção de algumas poucas pessoas na vanguarda da indústria, imaginam.
? O estudo descobriu que os 50 principais sites dos EUA instalaram uma média de 64 peças de tecnologia de rastreamento nos computadores dos visitantes, sem nenhum alerta. Uma dúzia de sites instalaram mais de 100. A Wikipédia, que não tem fins lucrativos, não colocou nenhum.
? A tecnologia de rastreamento está se tornando mais inteligente e mais intrusiva. O monitoramente costumava ser limitado principalmente aos "cookies" que registram as visitas das pessoas aos websites. Mas o WSJ encontrou novas ferramentas para escanear em tempo real o que as pessoas estão fazendo numa página de internet e, aí, determinar a localização, renda, interesses de compra e até mesmo estado de saúde. Algumas ferramentas secretamente se refazem, mesmo depois de o usuário ter tentado apagá-las.
? Os perfis de pessoas, constantemente atualizados, são comprados e vendidos em mercados que surgiram nos últimos 18 meses e se assemelham a bolsas de valores.
As novas tecnologias estão transformando a economia da internet. No passado, os anunciantes basicamente compravam espaço publicitário em páginas específicas da internet - um anúncio de carro num site de carros. Agora, os anunciantes estão pagando um ágio para seguir as pessoas na internet, onde elas forem, com mensagens de marketing muito específicas.
Entre o usuário da internet e o anunciante, o WSJ identificou mais de cem intermediários - empresas que coletam os dados, corretores de dados e redes de anunciantes - que competem para suprir a crescente demanda por dados sobre comportamento e interesses individuais.
Os dados sobre os hábitos cinematográficos de Hayes-Beaty, por exemplo, estão sendo oferecidos a anunciantes na BlueKai Inc., uma das novas bolsas de dados.
"A maré está mudando em relação à forma como o setor funciona", diz Omar Tawakol, diretor-presidente da BlueKai. "Os anunciantes querem comprar acesso às pessoas, não páginas na internet."
O WSJ examinou os 50 sites mais populares dos EUA, que correspondem a 40% das páginas de internet que são vistas pelos americanos. (O Journal também testou seu próprio site, o WSJ.com.) Aí, analisou os arquivos de acompanhamento e programas que esses sites baixaram em um computador de teste.
Juntos, esses 50 sites colocaram 3.180 arquivos para coletar dados nos computadores de teste do WSJ. Quase um terço deles eram inócuos, usados para lembrar a senha de um site favorito ou identificar os artigos mais populares.
Mas mais de dois terços - 2.224 - foram instalados por 131 empresas, muitas das quais estão no negócio de seguir os usuários da internet e criar um rico banco de dados com perfis de consumidores que podem ser vendidos.
O principal local para tal tecnologia, descobriu o WSJ, é o Dictionary.com, da IAC/InterActive Corp. Uma visita ao dicionário on-line resultou no download de 234 arquivos ou programas no computador de teste de WSJ, sendo que 223 deles vieram de empresas que monitoram os usuários da internet.
A informação que as empresas coletam é anônima, no sentido de que os usuários de internet são identificados por um número designado ao seu computador, não pelo nome específico da pessoa. A Lotame, por exemplo, afirma que não sabe o nome de usuários como Hayes-Beaty - somente seus comportamentos e atributos, identificados por um código numérico. As pessoas que não querem ter seus passos seguidos podem ser removidas do sistema Lotame.
E o setor alega que os dados são usados sem prejudicar ninguém. David Moore, presidente do conselho da 24/7 RealMedia Inc., uma rede de anúncios da WPP PLC, informa que o rastreamento dá aos usuários da internet uma propaganda melhor.
"Quando um anúncio é propriamente focado, ele deixa de ser um anúncio, ele se torna uma informação importante", diz.
O monitoramento não é coisa nova. Mas a tecnologia está se tornando tão poderosa e onipresente que mesmo alguns dos maiores sites dos EUA afirmaram que não tinham conhecimento, até que foram informados pelo WSJ, de que estavam instalando arquivos intrusivos nos computadores dos visitantes.
O WSJ descobriu que o popular portal de internet da Microsoft, o MSN.com, plantou um arquivo recheado de dados: ele tinha a previsão da idade do internauta, código postal e sexo, além de um código com a estimativa de renda, estado civil, presença de crianças na casa e propriedade de imóveis, de acordo com a empresa de coleta de dados que criou o arquivo, a Targus Information Corp.
Tanto a Targus quando a Microsoft afirmaram que não sabiam como o arquivo tinha ido parar no MSN.com, e acrescentaram que a ferramenta não continha informações "pessoais identificáveis".
O rastreamento é feito por minúsculos arquivos e programas chamados de "cookies", "Flash cookies"e "beacons". Eles são colocados em um computador quando o usário visita o site. Os tribunais dos EUA decidiram que é legal usar o tipo mais simples, o cookie, assim como é legal uma pessoa que usa um telefone permitir que um amigo escute uma conversa. Os tribunais ainda não decidiram sobre os programas mais complexos.
O monitoramento mais intrusivo vem do que o setor chama de arquivo de acompanhamento de "terceiros". Eles funcionam assim: na primeira vez em que um site é visitado, ele instala um arquivo de acompanhamento, que atribui ao computador um número de identificação único. Mais tarde, quando o usuário visita um site ligado à mesma empresa de acompanhamento, ele pode tomar nota de onde o usuário esteve antes e onde está agora. Desta forma, a empresa pode construir um perfil robusto.
Informações sobre os pensamentos das pessoas e suas ações a cada momento, reveladas por sua atividade on-line, podem mudar de mãos rapidamente. Alguns segundos depois de uma visita ao eBay.com ou ao Expedia.com, é provável que informações detalhadas sobre a atividade do internauta sejam leiloadas na bolsa de dados gerida pela BlueKai.
Porta-vozes da eBay Inc. e da Expedia Inc. informam que os perfis são vendidos anonimamente e que as pessoas não são identificadas como visitantes dos seus sites. A BlueKai informa que seu próprio site dá aos consumidores uma maneira fácil de ver o que ele monitora sobre eles.
Os arquivos de rastreamento chegam aos websites, e são baixados para um computador, de várias maneiras. Muitas vezes, as empresas simplesmente pagam aos sites para distribuir seus arquivos de monitoramento.
Mas as empresas de rastreamento às vezes escondem seus arquivos dentro de software gratuito oferecido aos websites, ou os escondem dentro de outros arquivos de acompanhamento ou anúncios. Quando isso acontece, os sites não estão sempre cientes de que estão instalando os arquivos nos computadores dos visitantes.
O acompanhamento do consumidor é a base de uma economia de publicidade on-line que movimentou US$ 23 bilhões nos EUA no ano passado. A atividade de monitoramento está com crescimento explosivo. Pesquisadores dos AT&T Labs e do Instituto Politécnico Worcester encontraram no fim do ano passado tecnologia de rastreamento em 80% dos 1.000 sites mais populares, em comparação com 40% desses sites em 2005.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Sistema prisional

Muito se diz que o sistema prisional do Brasil não recupera ninguém.

MENTIRA!

Temos exemplos aqui mesmo. É só copiar as cadeias do tempo da ditadura.

ELAS REABILITAVAM OS PRESOS SIM.

MODELO BRASILEIRO PARA TODO O MUNDO.
NENHUM PAÍS CONSEGUIU REABILITAÇÃO IGUAL.
UMA MARAVILHA DE EXEMPLO.
ORGULHO BRASILEIRO.

VEJAMOS:

LÁ ENTRARAM:
GUERRILHEIROS, TORTURADORES, FRAUDADORES, CORRUPTOS, LADRÕES, ASSASSINOS E SEQÜESTRADORES.

E SAÍRAM: GOVERNADORES, MINISTROS, PREFEITOS, DEPUTADOS, SENADORES, VEREADORES, UM PRESIDENTE, E AGORA UMA CANDIDATA A PRESIDENTE...

Não é uma beleza?

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Fechado para balanço

Apesar dos apelos desesperados de inúmeros leitores (ok, cinco, no máximo, mas já é alguma coisa) estou temporariamente suspendendo as atividades deste blog. Fatores alheios à minha vontade (é mentira, mas escrito assim fica bonito à beça) me farão dar um tempo neste espaço ditatorialmente governado com mãos de ferro por mim mesmo. Mas posso voltar a qualquer momento, se me der na telha. Quem não conseguir imaginar a existência sem minhas pérolas de sabedoria, trate de me acompanhar no twitter (link aqui do lado esquerdo).

Au revoir, hasta la vista, see you later, inté mais ver.

sábado, 5 de junho de 2010

Mico internacional

Ecos da trapalhada brasileira no caso de enriquecimento de urânio do Irã. Há muito não sinto tanta vergonha alheia:



Eu ia adorar ver a cara do Lula assistindo isso...

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Porque eu amo o inverno

Ainda faltam três semanas. Mas para carioca desceu abaixo de vinte graus já é inverno.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Concorrência desleal

Um casal de namorados decide transar de uma forma bem natural, ao ar livre, num pic-nic. Pegam o fusquinha e vão a uma praia bem afastada.
Estacionam e prosseguem a pé. Finalmente chegam à praia linda e deserta.
Ele, amoroso, estende a toalha e, como ventava muito, decide colocar uma garrafa de Coca-Cola em cada ponta para que não voasse.
Se sentam e se beijam... Fazem juras de amor. Depois do lanche, ele, cuidadoso, coloca a moça de quatro, venda os olhos dela, como planejado, mas, na hora H, esquece a camisinha.
Então diz:
'Amor, esqueci a camisinha. Vou correndo buscar, me espere desse jeitinho.'
E sai correndo para buscar a camisinha.
Depois que ele sai, passa pelo local um bêbado e vê a cena. Coça a cabeça e, mesmo sem acreditar no que via, decide ir lá conferir.
Não resistindo, o bêbado transa com a garota, que não pára de gemer. Depois que tudo termina, satisfeito, o bêbado olha para as garrafas em volta da toalha e diz:

"A COCA COLA É FODA... DUVIDO QUE A PEPSI FAÇA UMA PROMOÇÃO DESSAS!"

(recebido por e-mail)

Uma fábula religiosa

GLORINHA, A SUICIDA.

Um dia Glorinha descobriu que o seu pai era gay.
Descontente da vida, incapaz de aceitar a situação, resolveu se matar.
Mas não podia se matar como qualquer outra criatura: afinal, ela, Glória, era milionária; e ficar se atirando de qualquer viaduto ou ponte, cortando os pulsos ou tomando formicida era coisa de suicida pobre...
Ela queria se matar com classe, de forma diferente, em grande estilo.
Mandou aprontar o jatinho da família e só com o aviador se mandou para o céu. Pretendia se atirar lá de cima.
Durante o vôo, enquanto se preparava para o salto fatal, ela foi indagada pelo aviador a respeito do gesto extremo que ia executar e, chorando, contou a ele o que ocorria:

- Papai é viado. Não consigo conviver com essa vergonha e vou me matar.

Vislumbrando uma possibilidade, já que ele sempre havia cobiçado aquela mulher, o aviador sugeriu que dessem uma antes de ela se matar. Glória concordou, afinal, para quem ia morrer,não custava nada quebrar o galho do aviador que se declarara tão apaixonado por ela..

E assim foi.
Piloto automático no avião e...
tome-lhe e tome-lhe...

Glória gostou tanto que desistiu de se matar.

Qual é a moral da história?

GLÓRIA DEU NAS ALTURAS
E O PAI, NA TERRA, AOS HOMENS DE BOA VONTADE

Aleluia!!!

(recebido por e-mail)

A importância de uma educação sexual eficiente

sexta-feira, 28 de maio de 2010

ACORDA PATRÍCIA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ACORDA PATRÍCIA!!!!!!! Se perder o Montillo para o Vasco, o tempo vai fechar!!!! Emerson, Washington, Riquelme, Felipe, muito se fala, nada acontece!!!!!! E o treinador, vai ser esse prego mesmo???? ACORDA, PRESIDENTA!!!!!!!! E não tem Maraca mais depois da Copa! Vamos jogar aonde??? No último Brasileiro sem Maraca, quase fomos rebaixados. ACORDA, PATRíCIA!!!!!!!!!!!!!! Fla é FUTEBOL, não natação!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Adeus, perdidos

Adeus? Duvido. Até breve, muito provavelmente. Nos vemos nas telonas, tipo, sei lá, em 2013. Puro palpite. Mas anotem.

sábado, 22 de maio de 2010

Como atender a uma chamada de telemarketing

Toca o telefone...
- Alô.
- Alô, poderia falar com o responsável pela linha?
- Pois não, pode ser comigo mesmo.
- Quem fala, por favor?
- José.
- Sr. José, aqui é da Telemar, estamos ligando para oferecer a promoção Telemar linha adicional, onde o Sr. tem direito...
- Desculpe interromper, mas quem está falando?
- Aqui é Rosicleide Judite, da Telemar, e estamos ligando...
- Rosicleide, me desculpe, mas para nossa segurança, gostaria de conferir alguns dados antes de continuar a conversa, pode ser?
- Bem, pode.
- De que telefone você fala? Meu bina não identificou.
- 10331.
- Você trabalha em que área, na Telemar?
- Telemarketing Pro Ativo.
- Você tem número de matrícula na Telemar?
- Senhor, desculpe, mas não creio que essa informação seja necessária.
- Então terei que desligar, pois não posso ter segurança que falo com uma funcionária da Telemar. São normas de nossa casa.
- Mas posso garantir...
- Além do mais, sempre sou obrigado a fornecer meus dados a uma legião de atendentes sempre que tento falar com a Telemar.
- Ok.... Minha matrícula é 34591212.
- Só um momento enquanto verifico.
(Dois minutos depois)
- Só mais um momento.
(Cinco minutos depois)
- Senhor?
- Só mais um momento, por favor, nossos sistemas estão lentos hoje.
- Mas senhor...
- Pronto, Rosicleide, obrigado por ter aguardado. Qual o assunto?
- Aqui é da Telemar, estamos ligando para oferecer a promoção, onde o Sr. tem direito a uma linha adicional. O senhor está interessado, Sr. José?
- Rosicleide, vou ter que transferir você para a minha esposa, porque é ela que decide sobre alteração e aquisição de planos de telefones. Por favor, não desligue, pois essa ligação é muito importante para mim.
Coloco o telefone em frente ao aparelho de som, deixo a música Festa no Apê do Latino tocando no Repeat (quem disse que um dia essa droga não iria servir para alguma coisa?), depois de tocar a porcaria toda da música, minha mulher atende:
- Obrigado por ter aguardado.... pode me dizer seu telefone pois meu bina não identificou..
- 10331.
- Com quem estou falando, por favor.
- Rosicleide
- Rosicleide de que?
- Rosicleide Judite (já demonstrando certa irritação na voz).
- Qual sua identificação na empresa?
- 34591212 (mais irritada agora!).
- Obrigada pelas suas informações, em que posso ajudá-la?
- Aqui é da Telemar, estamos ligando para oferecer a promoção, onde a Sra tem direito a uma
linha adicional. A senhora está interessada?
- Vou abrir um chamado e em alguns dias entraremos em contato para dar um parecer,
pode anotar o protocolo por favor.....alô, alô!
TUTUTUTUTU...
- Desligou.... nossa que moça impaciente!

(recebido por e-mail)

quinta-feira, 20 de maio de 2010

Mal não faz

Subitamente tornei-me um "believer". Toda ajuda será necessária para a hercúlea tarefa de hoje à noite. Depois não digam que não fiz minha parte.

Pra cima deles, Mengo.

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Há que se ter respeito

Um certo técnico de um time chileno parece ter esquecido quão minúsculo e inexpressivo é o time que ele treina e andou falando mais do que devia. Três ditados populares para este senhor, cujo nome nem citarei para não dar cartaz a quem não merece:

Respeito é bom e todo mundo gosta.
Quem fala o que quer ouve o que não quer.
Peixe morre pela boca.

Só pra ele lembrar de quem ele está falando, segue um vídeozinho, devidamente "emprestado" do sempre excelente Urublog.

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Diplomatas em ação

Copiado de um comentário de leitor (um certo Leo) do blog do Reinaldo Azevedo:

Ahmadinejad - Muito prazer, Líder Oriental
Lullahlajad - Muito prazer, Líder Acidental

Amorim - Caro Mahmud, entrega o urânio pra Turquia, eles enriquecem e depois devolvem.
Ahmadinejad - E cê já viu turco enriquecer e devolver alguma coisa?
Amorim - É verdade. Este teatro está cada vez mais absurdo.
Ahmadinejad - Me entrega a Ivete Sangalo que aí tem acordo.
Amorim - Só posso entregar a Dilma.
Ahmadinejad - Você não entendeu. Bomba nós já temos.

Fim da visita oficial

Pequenos prazeres

Você não adora quando se arrisca, cheio de desconfiança, a pegar um filme desconhecido na locadora achando que vai cair numa roubada mas, quando chega em casa e coloca pra ver, se depara com o maior filmaço? É raro acontecer, mas quando rola, a gente não fica com aquela sensação gostosa de ter "descoberto um tesouro"? Esse comentário vale 100% para a pequena pérola abaixo:

Não se deixe intimidar pela capa do DVD; ela parece nos querer fazer crer que trata-se de mais uma comédia pastelão descerebrada e descartável. É uma comédia, sim. Mas de se rir muito mais de nervoso e de desconforto do que qualquer outra coisa. Eu diria que é um drama, um filme de ação, e uma comédia, em iguais proporções; e muito bom em todas estas facetas. Woody Harrelson dá show no papel do cativante e enlouquecido sujeito que cisma que é um superherói e resolve sair às ruas combatendo o crime com a cara (literalmente, como poderão ver no filme) e a coragem (mais insanidade do que coragem, mas tudo bem). O filme é engraçado, sensível e emocionante, nas doses certas. E, principal, uma gratíssima surpresa para quem achou que tinha jogado os seis reais da locação pelo ralo. Indico e recomendo.

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Fonte de inspiração

Dos campeões brasileiros na quadra para os campeões brasileiros no campo. Quando a classificação à final já parecia ter ficado para ser decidida no Rio, Marcelinho, nosso Imperador das cestas, operou mais um milagre. Que os homens do futebol se inspirem e detonem chilenos hoje no Maraca:

segunda-feira, 10 de maio de 2010

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Passamos

Ainda não me recuperei 100% da guerra de ontem. Estou com a voz rouca - de manhã estava sem nenhuma. Meu corpo ainda dói como se eu tivesse feito um chão ontem com o Rodrigo Minotauro. Que sufoco. Que classificação mais filha-da-puta de sofrida. Nos dois a zero desliguei a tevê. Isso para não jogá-la pela janela. Eu estava tão nervoso que chega tremia. Não aguentei e religuei a tevê para ver o segundo tempo. E veio o gol do Love. Lembrei de minha previsão de ontem no Twitter, mas isso não serviu para me acalmar. A via crucis seguiu até o final, culminando com aquela falta torturante, aos 46', milagrosamente espalmada pelo Bruno. Depois dessa, Libertadores, eu acredito.

Coisa de gênio

Já falei aqui que minha atual série predileta é True Blood. E não é à toa: os gênios criativos responsáveis por ela são mais geniais que os das outras. Olhem mais esse cartaz promovendo a terceira temporada. Band-aid para mordida de vampiro é ou não coisa de gênio?

Dica: acessem HBO.com e assistam os dois minisodes da série. Curtinhos, três, quatro minutos cada um. Sensacionais. Ou, como adoro dizer: imperdíveis.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Ataque anti-dilma

Já falei que se é para ajudar a não eleger essa mulher publico qualquer coisa aqui, sem nem verificar veracidade. O infográfico abaixo sugere uma comparação entre estes dois gênios da raça, criador e criatura:

Fonte: @coroneldoblog

Perfeita para o papel

Lindsay Lohan interpretar a atormentada pornstar Linda "Garganta Profunda" Lovelace é uma escolha tão óbvia e tão piada pronta que tira até a graça de comentar. Mas eu não poderia deixar essa passar. Deep Throat, de 72, The Devil in Miss Jones, de 82, e New Wave Hookers, de 85, formam a tríade clássica do pornô, responsável por grande parte das masturbações adolescentes da minha geração. O nome da cinebio não deixa barato: Inferno. Assistir a este filme é praticamente uma responsabilidade histórica. E vai ser divertido à beça, convenhamos.

Responsa

Agora é com vocês dois mesmo. Olha lá o que vão aprontar.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Largamos na frente

Vencemos a primeira batalha de forma heróica, com menos um, e debaixo de tempestade. Agora é buscar a classificação dentro do Pacaembu. Estádio que, contra este mesmo adversário, nos traz ótimas lembranças:



Já sinto um certo odor de medo vindo do Parque São Jorge.

terça-feira, 27 de abril de 2010

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Fast food, haute cuisine

Adoro cozinhar. E gosto de pensar que o faço com certo talento. Ao longo dos anos tenho recebido inúmeros depoimentos que corroboram este fato, mas como são de pessoas próximas, a gente sempre dá um desconto. Alguns dias atrás, uma das incautas que foram obrigadas a provar de meus experimentos (aí Sheiloca, essa vai pra você) sugeriu-me postar minhas receitas neste blog. À princípio pensei que seria muito arrogante da minha parte, um cozinheiro amador metido a besta, querer ensinar alguém a fazer algum prato. Mas fiquei com isso na cabeça. O dia em que fizesse alguma coisa original, que achasse que fosse merecedora de ser compartilhada, postaria a receita aqui. Bem, rolou.

OK, não é exatamente um prato. Parece fast food. Mas não é, acreditem. Tem estilo, o bicho.

Este é o hamburguer mais delicioso que já fiz na vida. Seria muito petulante dizer que foi o mais gostoso que já comi, mas certamente ficou entre os três mais. Tanto que eu resolvi aceitar o risco de postá-lo e jogá-lo às feras (meus caros leitores) para seu próprio e imparcial julgamento. Ainda não dei nome a ele, mas o cara merece. Aceito sugestões nos comentários e por e-mail. Aí vai o passo a passo:

- dois bifes de hamburguer de frango (usei o da Sadia);
- duas fatias de queijo cheddar (usei da Polenghi);
- um pão de hamburguer de provolone (Farinha Pura tem);
- um ovo;
- uma cebola;
- tomate cereja;
- brotos de alfafa e mostarda;
- azeitonas verdes sem caroço;
- ervas finas secas (usei tomilho, orégano, alecrim e manjericão);
- pimenta do reino branca moída;
- molho shoyo;
- azeite;
- manteiga.

a) Unte uma assadeira com um pouco de azeite;
b) Faça duas fatias na cebola com espessura de pouco menos de um dedo e as deposite, inteiras, na assadeira;
c) Coloque por cima de cada uma das fatias de cebola um dos bifes de hamburguer e leve ao forno por dez minutos;
d) Enquanto assa, prepare uma salada com os brotos, o tomate cereja e as azeitonas verdes sem casca, os dois últimos fatiados finos. Tempere-a com molho shoyo e azeite. Reserve;
e) Abra o pão de hamburguer em três fatias;
f) Retire a assadeira do forno e vire os bifes de hamburguer, mantendo as cebolas no fundo. Tempere-os com as ervas finas e a pimenta branca moída, a gosto. Eu o fiz com alguma generosidade. Coloque uma fatia de cheddar por cima de cada um dos bifes e recoloque a assadeira no forno por mais cinco minutos;
g) Faça, numa frigideira, um ovo frito na manteiga, com a gema estalada;
h) Pegue a fatia de baixo do pão de hamburguer e cubra-a com um punhado da salada de brotos, tomate e azeitona. Em cima, coloque o ovo estalado. Cubra com a fatia do meio do pão.
i) Retire os bifes de hamburguer do forno e empilhe-os, junto com as cebolas e o cheddar, no sanduíche. Tampe com a última fatia do pão. Coloque o sanduba na assadeira ainda quente. Com uma espátula de cozinha ou escumadeira, pressione-o levemente. Vire-o de lado e repita a operação.

Agora ajoelhe-se, agradeça a mim pela benção e devore-o com vontade.

Querendo me contratar, é só mandar o contato aqui pelo blog.

Foto: Neila Martinho (Ela comeu que se fartou. Gostou tanto que se prontificou a colaborar com o post)

Tudo é possível

Depois de sermos beneficiados pelo milagre da multiplicação dos resultados favoráveis na quinta passada que nos permitiu um sofrida passagem de fase na Liberta, da limpa geral promovida por Presidente Patrícia no departamento de futebol, de um conturbado finde à espera de um treinador que não veio, e da efêmera efetivação de Rogério como treineiro, teremos pela frente um embate de sangue com nosso coirmão mais fedido Curíntia, na quarta, no velho, bom e quase finado Maraca. Neste clima de caldeirão em fúria, o mais normal seria esperar uma derrota, talvez até acachapante. Mas é nessa hora que a mística da camisa se faz presente e mostra sua cara mais impressionante. A massa rubronegra, contrariando todas as expectativas e o histórico recente de ausências ao estádio, compareceu de forma assustadora nas bilheterias e praticamente garantiu casa lotada para a batalha. Renovei minhas esperanças depois de mais esta demonstração de paixão e fé. Não é à toa que torcedores ilustres de outras agremiações escrevem coisas tão belas sobre a gente como essas aí no documento reproduzido abaixo:

Pra cima deles, Mengão.

Separados no nascimento

E tenho pra mim que esta semelhança vai além de puramente física. A senhorinha da vida real também já foi muito de pegar em armas, tempos atrás.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Recado à presidenta

Que mico, este início de temporada rubronegra, hein? Não arrumou sequer um turno no Cariocão. Conseguiu perder o tetra pro diminuto e ridículo time do Foguinho. Agora está à espera de uma improvável combinação de resultados para não dar adeus à Libertadores. Segundo li agora há pouco no Facebook, cai ainda hoje todo o comando do futebol, comissão técnica e diretoria. Limpa geral à vista. Acho também que podiam ir alguns jogadores juntos, se quer saber, a começar por um certo Imperador. Não conseguir meter dois gols de diferença num timeco venezuelano já eliminado da competição dentro do Maracanã é muita incompetência junta, tem mais é que cair todo mundo mesmo. Patrícia Amorim, minha presidenta, a bola está contigo. Dizem que tem um tal de Zico dando bobeira por aí muito a fim de um emprego. Quem sabe você não convece o homem a assumir o departamento de futebol? Pode buscar também o Leonardo em Milão, o cara já está com a cabeça à prêmio lá mesmo, viria pra cá amarradão. E, vamos combinar, Celso Roth não, pelamordedeus.

Por agora, oremos, em uníssono, para que um milagre nos ajude hoje e mantenha o Fla na Liberta.

Boa sorte pra nós.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sustentabilidade

Sou um fã incondicional de cerveja e de seus inúmeros e benéficos efeitos sociais, medicinais, psicológicos e espirituais. Ainda mais agora, que fiquei sabendo que ela é um dos alimentos mais ecologicamente sustentáveis. Vejam o infográfico abaixo:

Breja é tudo. Beba com moderação.

Fonte: Marketing na Cozinha

Justiça seja feita

Brincadeirinha muito bem feitinha que está rolando na internet dando uma alfinetada no arco-íris, que insiste em negar o óbvio e inquestionável título rubro-negro no Brasileiro de 1987, e, por conseguinte, nosso hexacampeonato nacional. Cliquem na imagem para ler melhor:


Parabéns aos merecidos campeões cariocas de 2010. Foguinho fez juz ao título e deve comemorar muito. Até porque, de agora até o fim do ano, é só ladeira abaixo. O fantasma do rebaixamento que adora assombrar a região de General Severiano está doido para retomar seus trabalhos.
Fonte: @urublog

LavAVal em defesa do consumidor. No caso, eu.


Compro constantemente produtos pela internet. Jamais tive qualquer problema. Até ontem. A empresa onde trabalho também possui um site de vendas. Temos aqui o maior cuidado para entregar, no prazo, todos os produtos que os clientes efetivamente nos compram. É o mínimo que podemos fazer, certo? Algumas empresas parecem não compactuar com esta noção básica de e-commerce.

Fiz duas compras no Extra.com.br (leia-se Grupo Pão de Açúcar, o maior do varejo no país). Uma no dia 10/04, um microondas, e outra no dia 15/04, um monitor LCD de 19". A primeira compra, não recebi até hoje. Da segunda, recebi um e-mail ontem que a instituição financeira não havia autorizado o pagamento. Não é verdade, paguei as duas em transferência bancária (VISA Eletron), o dinheiro saiu da minha conta no ato.

Liguei ontem para o SAC do Extra reclamando sobre o pagamento da segunda compra. Me pediram que eu enviasse por e-mail o comprovante da transação. Enviei. Não me deram nenhum retorno. Hoje, assim que cheguei no trabalho, liguei pra lá de novo. Ainda não acusavam o recebimento do meu comprovante, e a funcionária para quem o enviei ainda não se encontrava por lá. Já meio irritado, resolvi questionar sobre meu pedido anterior, o do microondas, o porquê de não tê-lo recebido ainda, dez dias depois de tê-lo feito. Pasmem: o Extra não vai entregar o microondas. Disseram que ocorreu um problema de sistema, que houve uma troca de código do produto, e que todos os pedidos anteriores daquele produto tinham sido suspensos. Pelo jeito esqueceram de me avisar, né? Se eu não tivesse ligado reclamando jamais teria sabido que ocorrera um problema. Eu disse ligar, pelo telefone, pois, para piorar, o site deles está em manutenção, e eles não estão conseguindo informar sobre pedidos por lá, neste momento, segundo a solícita e paulistana atendente. Disse ela também que se eu quisesse refazer o pedido, eles me gerariam um vale compras. Mas eu não poderia comprar pelo site, porque lá o preço já estava "um pouco mais caro", ou seja, o produto saíra da promoção. Teria eu que ligar para o televendas e "negociar". Negociar? Virou feira-livre, o Extra, camelódromo? Vou ter que ligar pra lá e barganhar o preço do microondas pelo telefone? Absurdo.

Claro que eu cancelei a compra. Do microondas. A do monitor não posso, eles insistem em dizer que não receberam meu dinheiro. Falaram que vão recolocar o valor da primeira compra na minha conta em até cinco dias úteis. Só quero ver. O fato é que eles estão com R$ 864,10 da minha grana e não querem me entregar nenhuma mercadoria. Não é lindo? Não me lembro de ter acontecido nada parecido no diminuto e comportado e-commerce da empresa onde trabalho.

Estou quase ligando para o Abílio Diniz e exigindo uma retratação formal. E olha que o império dele só se alastra. Pão de Açúcar, Sendas, Extra, Bahia, Ponto Frio; pela internet, nunca mais.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Wii Sex Fit

Garota está viciada em orgasmos depois de acidente com Wii
Randy Amanda Flowers, de 24 anos, precisa de 10 sessões de sexo por dia depois que levou um escorregão. A garota de Manchester, Inglaterra, estava se exercitando no videogame Wii Fit quando caiu e adquiriu a ninfomania. A menor das vibrações, de celulares a liquidificadores, é suficiente para deixar a jovem excitada. “Começa com uma pontada lá embaixo e vai subindo pelo corpo. Algumas vezes vira um orgasmo que me faz tremer inteira”, contou a garota com um sorriso estampado no rosto ao jornal britânico Daily Star. Um médico diagnosticou um nervo contundido, o que leva à síndrome de excitação sexual persistente. Solteira, Amanda diz: “Já que não tem cura, o jeito é tentar controlar minha paixão respirando bem fundo. Com sorte eu ainda encontro um garanhão que possa me satisfazer”.

Ações da Nintendo bombaram depois desta notícia. E o console Wii vai sumir das prateleiras. Isso é que é efeito colateral bem-vindo.
Fonte: Vírgula

Smoke monster!

Centenas de aviões sem poder decolar, bilhões de euros de prejuízo, caos nos aeroportos, transtorno na vida de milhares de passageiros. A erupção do vulcão Eyjafjallajokull está causando tanta merda que já estão dizendo por aí que o que ele está expelindo é na verdade o Monstro da Fumaça da ilha de Lost. Tenham medo!

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Taça de duas bolinhas

A CBF deixou torcedores e dirigentes do Flamengo furibundos ao dizer que vai entregar a taça de bolinhas ao São Paulo por considerar que ele sim é o primeiro pentacampeão brasileiro. Esta discussão é tão ridícula que nem vou entrar no mérito dela, que é nenhum. Mas, pela postura do São Paulo, que optou por desconsiderar solenemente um documento por ele próprio assinado em 1987 para poder pleitear a taça, está aí, então, uma taça de bolinhas que ele realmente merece receber:

Aposto que o Richarlyson a aprovaria plenamente.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Doce rotina

Alguém aí conhece algum historiador que me recorde qual a última vez que o Vasco ganhou do Flamengo algum jogo que valesse vaga, título, troféu, ou algo do gênero? Daqui a pouco somente arqueólogos do esporte poderão responder a esta pergunta. E olha que o Fla anda com uma preguiça incrível de jogar bola. Adriano deve ter assinado contrato com as Havaianas, há dias ele resolveu dar férias a seus pés e não há quem o faça voltar a campo. Com um meio campo coalhado de volantes e Bruno Mezenga substituindo o Imperador, o Mengão assistiu ao Asco da Gama perambular pelo campo quase que os noventa minutos. Posse de bola essa pouquíssimo traduzida em qualquer efeito prático. Como o Vagner Love joga pra gente, deu Fla. Os viceínos, sempre invejosos dos chororenses, que lhes roubaram o título de vice oficial da cidade, esguicham lágrimas pelo pênalti não marcado feito pelo Williams. A questão única que cabe aqui é: se o juiz tivesse marcado a penalidade, quem a bateria para o Bruno pegar? Bocejo ao ler os prantos cruzmaltinos. Se querem voltar a ganhar algum título, que pensem seriamente em retornar à Segundona ano que vem.

Teremos agora uma final de um ou três jogos contra o Chorafogo, que, diga-se de passagem, é o grande favorito ao título. Porquê? Então vejamos:

- Tem três chances de ser campeão. O Fla só duas, já que não pode desperdiçar a primeira;
- O Fla está batalhando em duas frentes, sendo que na Libertadores vive um momento de vida ou morte, com uma partida decisiva no Chile na quarta-feira próxima. O Botafogo, devido a façanha de ter sido eliminado da Copa do Brasil em casa por um time da quarta divisão, tem nessa série de jogos sua última chance de ser campeão no ano;
- O Fla levou as três últimas. É estatisticamente improvável que ganhe uma quarta consecutiva, até porque isso nos daria um inédito tetracampeonato, que já deixamos escapar por cinco vezes.

A favor, temos dois fatos: o time do Fla é melhor que o do Botafogo, indiscutivelmente. E os chororenses, cachorros escaldados de outros fracassos, se pelam de medo do Mengão Fuderosão, fato esse também incontestável. Portanto podem muito bem, como já o fizeram em outras partidas, tremer feito vara alvinegra, colar as placas, e deixarem seu favoritismo escorrer como fezes líquidas pelas fraldas plásticas que certamente precisarão usar quando entrarem em campo no próximo domingo.

Não estou muito otimista, mas temos chances. Pra cima deles, Flamengo.

Versão revista e atualizada

É maldade pura. Mas não totalmente desprovida de razão.

sábado, 10 de abril de 2010

Lula, o führer

Lula, em mais uma demonstração cabal de seu apreço à democracia e respeito às instituições e poderes constituídos, soltou, em menos de 24 horas, duas pérolas, que, se este fôsse um país sério, ele ia ter que explicar-se e, no mínimo, retratar-se diante de um tribunal.

A primeira foi quando ele não gostou que o TCU votasse um relatório que mostrava que o ex-ministro Geddel Vieira Lima, do Ministério da Integração Nacional, inexplicavelmente, sem apresentar qualquer critério técnico, destinou 65% das verbas de prevenção de desastres para a Bahia, e apenas 1% para o Rio de Janeiro. Acontece que, numa destas incríveis coincidências que só ocorrem no (des)governo Lula, o ministro Geddel é baiano, e acaba de se desincompatibilizar do cargo justamente para se candidatar ao governo da Bahia. O TCU e toda a torcida do Flamengo acharam no mínimo estranho toda esta concentração de verba para um estado que nem histórico de enchentes ou outras tragédias naturais possui. Lula não acha estranho. Pelo contrário, acha tudo muito natural. E desandou a falar que "acha pobre pessoas fazerem joguinho político na hora da tragédia" e classificou de "leviandade" o referido relatório, cuja votação, é bom que se diga, já estava marcada muito antes que esta tragédia das chuvas desta semana acometesse o Rio de Janeiro. Lula já andou às turras com o Tribunal de Contas da União antes. Ele odeia ser policiado, tolhido ou investigado de alguma forma. Ele acredita sinceramente que ele pode fazer tudo o quiser com o meu, com o seu, com o nosso pobre dinheirinho sem ser admoestado por ninguém. Afinal, ele é Lula, o Filho do Brasil, o Ungido.

E como ele não gosta de ser controlado nem que lhe digam o que ele pode ou não fazer ele também tem uma birra danada do Poder Judiciário. Quem é ele para ditar regras do seu comportamento? Claramente Lula faltou a esta aula na escola que tratava da divisão e autonomia de Poderes. Bem, não foi só a essa aula que ele não compareceu (se é que ele compareceu a alguma), mas é dessa que estamos especificamente tratando agora. Por ele, não haveria Legislativo ou Judiciário. O Executivo se bastaria totalmente, no caso dele, claro, ocupar o topo da cadeia alimentar. Então ele disse, com a maior cara-de-pau: "Não podemos ficar subordinados ao que um juiz diz que podemos ou não fazer". Não é espantoso? Podemos sim, senhor Luis Inácio. Isto chama-se Justiça. E ela, queira o senhor ou não, goste disso ou não, também se aplica ao senhor. Ou deveria se aplicar, se este país não fôsse tomado por corruptos aproveitadores e bajuladores.

Lula não está nada satisfeito em ser apenas presidente. Ele gostaria mais de um emprego como o do bigodudo que divide com ele as fotos acima. Combina mais com sua personalidade.