segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Eles têm anti-rábica na farmácia do Senado?

Olhem só a carinha de cão hidrófobo que nosso querido ex-presidente Fernando Collor armou hoje para atacar em plenário, num acesso descontrolado de fúria, o colega senador Pedro Simon. E isso tudo para defender desbragadamente um antigo desafeto - incrível como a memória dos políticos é frágil - o defenestrado senador José Sarney. Ter em sua defesa gente da estirpe de um Collor e um Renan Calheiros, isso sem falar de um certo molusco, é por si só um senhor atestado de culpa.
Sarney se tornou um grande estorvo para todos. Para seus aliados, que têm que se desgastar publicamente a todo momento saindo em sua defesa; para os adversários, que perdem totalmente a credibilidade em meio a inúmeras tentativas frustradas de fazer algo que resulte em algum efeito prático, tipo, conseguir arrancar o execrado daquela cadeira; para o povo, que não aguenta mais nem olhar para aqueles bigodes pintados com tintura asa da graúna; e até para sua famiglia, que não passa mais um dia sequer sem ver um dos seus estampados em escândalos nas primeiras páginas dos jornais. Se Sarney tivesse alguma dignidade, sumia do mapa. Mas isso o mundo inteiro já sabe que ele não tem.

Um comentário:

  1. Ele está com tanto botox na testa, que deu nisso!!!

    ResponderExcluir